PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Psoríase: 49% da população acredita que doença é contagiosa, diz pesquisa

iStock
Imagem: iStock

Samantha Cerquetani

Colaboração para Vivabem

29/10/2020 13h46

A psoríase é uma doença de pele autoimune bastante comum que causa manchas espessas e escamosas. De acordo com dados da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), atinge mais de 125 milhões de pessoas no mundo e 5 milhões de brasileiros.

Apesar desses dados, grande parte da população desconhece informações básicas sobre a doença. A pesquisa "Psoríase: conhecimento entre a população brasileira", realizada pelo Instituto Datafolha e encomendada pela farmacêutica AbbVie, apontou que 49% da população acredita que a doença é contagiosa. Além disso, 53% acham que o problema de saúde acontece devido a determinados hábitos alimentares.

O que a pesquisa apontou?

Foram realizadas 2.080 entrevistas presenciais no Brasil inteiro (130 cidades) em dezembro de 2019, no entanto os resultados só foram divulgados hoje. A faixa etária média dos participantes era de 42 anos, sendo 53% mulheres, com renda familiar superior a R$ 3.000. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja detalhes dos dados:

  • 90% da respondentes desconhecem a psoríase;
  • apenas 6% reconhecem as lesões da doença;
  • 88% acreditam que quem tem o problema de pele não pode trabalhar com preparação de alimentos;
  • 66% acham que eles não podem ter contato com crianças e 67% com o público geral;
  • 62% acreditam que o paciente de psoríase não deve se expor ao sol;
  • 64% sabem de alguém que tem psoríase e 9% afirmam conhecer alguém depois de ser informado sobre a definição da doença;
  • 65% dos entrevistados pensam que a psoríase oferece risco à vida;
  • 39% atribuem as lesões a hábitos precários de higiene;
  • as lesões da psoríase são confundidas principalmente com alergias (18%), câncer de pele (18%), hanseníase (11%) e micoses (7%).

"O desconhecimento facilita ainda a disseminação de inverdades sobre a psoríase, o que pode atrasar o diagnóstico e o tratamento adequado. E o preconceito e estigma contra a doença e seus pacientes podem aumentar o impacto negativo psicológico dos pacientes", destaca Paulo Oldani, dermatologista e membro da SBD.

Cerca de 30% dos pacientes com psoríase apresentam em algum momento de suas vidas dor e inflamação nas articulações, a artrite psoriásica, que associa os sintomas e desconforto da psoríase com a dor e inchaço nas articulações, esses sintomas aparecem na maioria das vezes após o comprometimento da pele.

Crônica, a psoríase não tem cura, mas pode ser controlada. O tratamento pode incluir medicamentos de uso tópico, orais e imunobiológicos, conforme a gravidade e o estágio da doença. A principal meta do tratamento é eliminar total ou quase totalmente as lesões na pele, diminuindo o impacto da doença na qualidade de vida funcional, física e psíquica.

Saúde