PUBLICIDADE

Topo

Conexão VivaBem

Equilíbrio


Caio Braz: "Na hora de dormir, o grande desafio é sair dos dispositivos"

Do VivaBem, em São Paulo

25/08/2020 11h00

No Conexão VivaBem desta terça-feira (25), o jornalista e criador de conteúdo Caio Braz disse que o celular e o computador atrapalham muito na hora de dormir. Além de o deixarem mais desperto, é difícil se desconectar. "O desafio é sair dos dispositivos. Essa luz desperta na gente algum tipo de química que deixa a gente mais ligado", disse. "E depois, tentar tirar a cabeça dessa profusão de ideias que começam a se conectar, é muito difícil".

Para embarcar no sono, ele usa algumas táticas, como o uso do óleo de lavanda no travesseiro e o abajur de luz colorida, que ele deixa em uma opção mais "densa" e menos branca, para criar um clima aconchegante e tranquilo.

Segundo Dalva Poyares, neurologista e pesquisadora do Instituto do Sono, de São Paulo (SP), para fazer a higiene do sono, tornar o ambiente de dormir o mais agradável possível, que não estimule um alerta, é importante. Isso significa diminuir a informação luminosa e a exposição a qualquer mídia a partir de um certo horário.

Se ao apagar as luzes os pensamentos não param, ela sugere trazer essa ruminação para antes, cerca de duas horas antes de dormir. "Você pode anotar, pensar em tudo, criar estratégias, mas feche o seu dia antes de ir se deitar". Ela ainda indicou atividades relaxantes e prazerosas antes de dormir, como ler um livro com conteúdo neutro, que não excite, ouvir músicas relaxantes.

Poyares disse que é importante estabelecer um horário para dormir e para acordar também, porque o corpo precisa de uma rotina. Além disso, expor-se à luz do dia. "É muito importante, de manhã, fazer um contraponto à luz da noite. A luz, quando ela entra pela retina, estimula o alerta e melhora o humor. Então, além de bloquear a melatonina, o que faz com que a gente acorde um pouquinho, ela também aumenta algumas substâncias no cérebro que nós chamamos de neurotransmissores, que melhoram o humor e combatem, por exemplo, sintomas leves de depressão".

Por fim, praticar atividades físicas também é essencial. O exercício estimula um estado de vigília, que, segundo Poyares, aumenta a pressão para o sono à noite. "Quando for seu horário biológico de dormir, você dormirá mais fácil, porque está mais cansado".