PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Assim como cloroquina, ivermectina só é vendida com retenção de receita

A Anvisa estabeleceu normas contra a venda indiscriminada da hidroxicloroquina, cloroquina, nitazoxanida e ivermectina, medicamentos divulgados para o tratamento da covid-19 - CADU ROLIM/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
A Anvisa estabeleceu normas contra a venda indiscriminada da hidroxicloroquina, cloroquina, nitazoxanida e ivermectina, medicamentos divulgados para o tratamento da covid-19 Imagem: CADU ROLIM/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

De VivaBem, em São Paulo

23/07/2020 16h37

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estabeleceu novo controle sobre a prescrição médica de medicamentos que estão sendo amplamente divulgados como tratamento contra a covid-19. Além da hidroxicloroquina, cloroquina e nitazoxanida, agora a ivermectina também só é vendida com retenção de receita. O objetivo na norma é coibir a compra indiscriminada.

A compra desses produtos em farmácias e drogarias só poderá ocorrer a partir da apresentação de receita médica com duas vias — a primeira deve ser retida pelo estabelecimento. Cada prescrição terá validade de 30 dias, a partir da data de emissão, e só poderá ser utilizada uma vez. A medida foi publicada ontem no Diário Oficial da União.

Os medicamentos à base de cloroquina e hidroxicloroquina já estavam sujeitos à retenção de receita desde março, quando foram incluídos no Anexo I da Portaria 344/1998 do Ministério da Saúde, que trata do regulamento técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial. No mês seguinte, em abril, a nitazoxanida também foi incluída. Com a resolução da Anvisa, esses medicamentos foram excluídos da portaria.

Além de não existirem estudos conclusivos sobre o uso desses fármacos no combate ao novo coronavírus, a resolução da agência também visa a manter os estoques dos medicamentos para quem faz tratamento de outras doenças.

A hidroxicloroquina e cloroquina são usadas no combate a enfermidades como malária, artrite reumatoide e lúpus. Já a nitazoxanida é recomendada para o tratamento de doenças parasitárias e a ivermectina, para infecções parasitárias.

Saúde