PUBLICIDADE

Topo

VivaBem

Minorias étnicas têm mais chances de morrer pelo coronavírus na Inglaterra

Negros e asiáticos podem apresentar até o dobro do risco de morte - Getty Images
Negros e asiáticos podem apresentar até o dobro do risco de morte Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/06/2020 16h06

Um estudo publicado hoje pela agência Public Health England, do Departamento de Saúde e Assistência Social do Reino Unido, revela que negros e asiáticos têm o dobro de chances de morrer pela covid-19, enquanto outras minorias étnicas têm entre 10 a 50% mais riscos, quando comparados com brancos.

Pessoas de etnia de Bangladesh, por exemplo, têm cerca de duas vezes mais risco de morte do que os britânicos brancos. Negros também apresentaram os maiores níveis de probabilidade.

Considerando sexo, idade e região, "pessoas de etnia chinesa, indiana, paquistanesa e outras, caribenha e outras etnias negras tinham risco de morte entre 10 e 50% maior quando comparadas às brancas", afirma o estudo.

A pesquisa não levou em consideração outros fatores, como obesidade e outras doenças que colocam as pessoas no grupo de risco.

Mês passado, uma outra pesquisa já alertava para os altos riscos de morte que os negros poderiam ter com o coronavírus.

O secretário de Saúde, Matt Hancock, disse hoje na Câmara dos Comuns que a pandemia mostrou a disparidade da saúde no país. "Isso é algo que estou determinado a entender por completo e tomar medidas para resolver", disse ele, segundo a BBC.

Hancock ainda reforçou que "as vidas negras são importantes" e "assim como as áreas mais pobres do nosso país, com piores resultados para a saúde" é preciso garantir que esses indicadores sejam levados em consideração e a realização de medidas para " elevar os resultados de saúde das pessoas".

VivaBem