PUBLICIDADE

Topo

VivaBem

Drauzio: 'Muitos subestimaram o coronavírus. Ninguém estava preparado'

De Viva Bem, em São Paulo

15/04/2020 13h46

O médico e escritor Drauzio Varella admitiu ter subestimado a gravidade da pandemia do coronavírus em âmbito mundial. Ele participou hoje do UOL Debate para falar das possíveis soluções para o enfrentamento da crise.

"Não só eu, muitos [especialistas] subestimaram o que estava acontecendo. E o que aconteceu é que nenhum país se preparou no Ocidente. A Itália não preparou, a Espanha não se preparou, os Estados Unidos não se prepararam", declarou.

Drauzio também disse que uma de suas filhas que mora em Nova York contraiu a covid-19 porque o governo local demorou a tomar medidas para enfrentar a pandemia.

"Tenho uma filha que trabalha na [Universidade] Cornell, e ela contraiu covid-19 por que passaram a distribuir máscaras duas semanas atrás. (...) Na verdade, ninguém estava preparado, os Estados Unidos foram pegos de surpresa, foram reagir depois que as coisas já estavam fora de controle. Esse foi um complicador da epidemia", afirmou.

O debate foi gravado ontem em parceria com o Hospital das Clínicas. A mediação foi jornalista Pedro Bial, com participação de Drauzio Varella, do infectologista da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Esper Kallás e de Douglas Nixon, médico e professor de Imunologia na Weill Cornell Medical College (Nova York).

Preparação para nova pandemia

Para Drauzio, a atual pandemia do coronavírus pode trazer lições valiosas para o Brasil —e o mundo— enfrentarem novas situações de emergência na saúde pública.

Segundo ele, o maior ensinamento é que é preciso ter mais agilidade para fazer diagnósticos e testes de medicamentos e vacinas.

"Temos de ter ferramentas, sentinelas. E temos de criar ferramentas para testar remédios já disponíveis. E também precisamos de ferramentas para criar um meio mais rápido de desenvolver vacinas e a produção de anticorpos para prevenção ou tratamento", afirmou.

VivaBem