Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Homem descobre ter doença que causa ossificação do pênis após cair na rua

gece33/iStock
Imagem: gece33/iStock

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

14/08/2019 13h18

Após uma queda quando andava na calçada, um paciente de 63 anos de idade com histórico médico de alcoolismo foi apresentado ao pronto-socorro com queixas de dores no joelho, conforme aponta um artigo publicado na revista científica Urology Case Reports.

Para a surpresa do homem, que foi admito no Centro Médico Lincoln, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, a radiografia pélvica realizada para descartar qualquer fratura mostrou alterações degenerativas graves e assimétricas no quadril direito e ossificação no pênis.

Urology Case Reports
Imagem: Urology Case Reports

A ossificação peniana, uma condição rara, tem sido associada tradicionalmente à doença de Peyronie, cuja primeira manifestação clinica, durante a fase aguda, é dor nas ereções seguida de tortuosidade do pênis, que pode curvar para cima, para baixo ou para os lados.

"O paciente também pode notar uma placa calcificada, como se fosse um osso. Sabe-se que essa manifestação é causada pela alteração no colágeno, mas não se sabe o que causa essa alteração", aponta o urologista Marcelo Vieira, o Coordenador da Área de Reprodução da SBU (Sociedade Brasileira de Urologia).

Tratamento

De acordo com o especialista, parte dos pacientes experiencia uma regressão natural, sem precisar de tratamento. Outros mantêm a curvatura e placa calcificada de modo estável, casos em que a cirurgia também não é recomendada.

"Em fase inicial, geralmente usamos um tratamento conservador, com o medicamento colchicina, que age como anti-inflamatório, e vitamina E. Se a doença progride e a curvatura fica muito intensa, é possível fazer uma plicatura peniana na dobradura do pênis para compensar cirurgicamente -- a placa é cortada, mas não retirada, por que os resultados provaram-se não ser positivos, e o buraco é tapado com tecido do próprio corpo ou sintético", aponta.

Em casos mais graves, a curvatura é tão acentuada que impede a ereção. "Para esses pacientes, é recomendada a prótese peniana", conclui Vieira.

De acordo com o artigo, o idoso saiu do hospital contra o conselho médico e não passou por nenhum tipo de tratamento.

Saúde