PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Chá-verde melhora microbiota e ajuda no controle do peso em ratos

O chá-verde é rico em vitaminas, minerais e antioxidantes que ajudam a combater a inflamação no organismo - iStock
O chá-verde é rico em vitaminas, minerais e antioxidantes que ajudam a combater a inflamação no organismo Imagem: iStock

Do UOL VivaBem

16/03/2019 15h48

Resumo da notícia

  • Em um estudo, animais que consumiram extrato de chá-verde ganharam 20% menos peso
  • A erva ainda ajudou a melhorar a composição das bactérias do intestino e resistência à insulina
  • Conheça também outros chás que trazem benefícios como reduzir ansiedade, driblar a insônia e controlar o colesterol

Fonte de vitaminas, minerais e antioxidantes, o chá-verde é repleto de benefícios para a saúde, entre eles a redução do envelhecimento precoce e da fadiga. E um estudo da Ohio State University (EUA) realizado em ratos mostrou que a substância também contribui para controlar o peso e combater a obesidade, além de melhorar a composição das bactérias do intestino (microbiota) e de diversos marcadores de inflamação no organismo que prejudicam a saúde.

Na pesquisa publicada no Journal of Nutritional Biochemistry, os animais que receberam uma dieta com 2% de extrato de chá-verde e rica em gorduras ganharam 20% menos peso, em comparação aos roedores que não consumiram a erva. Mais: os ratos que ingeriram o suplemento de chá-verde apresentaram menor resistência à insulina --condição que pode levar ao diabetes.

Segundo os cientistas, a quantidade de chá-verde que os animais receberam na pesquisa é equivalente a 10 xícaras de chá (cerca de 2,4 litros) por dia para um humano --não é pouca coisa.

Como foi feito o estudo

  • Durante oito semanas, metade dos animais recebeu uma dieta hipercalórica e outra metade uma alimentação normal; em cada um desses grupos, 50% dos roedores consumiram extrato de chá-verde.
  • Após esse período, os cientistas analisaram gordura, peso corporal, resistência à insulina, permeabilidade intestinal, inflamação no tecido gorduroso e no intestino, entre outras coisas.
  • No grupo da dieta hipercalórica, os ratos que consumiram chá-verde ganharam 20% menos peso.
  • Esses animais também apresentaram menores taxas de inflamação.

Conheça outros chás que trazem benefícios à saúde

  • Para reduzir a ansiedade

- Capim-santo ou capim-cidreira: infusão de 1 g a 3 g das folhas para 150 ml de água.
- Maracujá: infusão de 3 g das folhas para 150 ml de água.
- Erva cidreira: infusão de 1 g a 3 g das partes aéreas em 150 ml de água.
- Camomila : infusão de 3 g das flores para 150 ml de água.

  • Para ajudar na digestão

- Erva cidreira: infusão de 1 g a 3 g das partes aéreas em 150 ml de água.
- Macela: infusão de 1,5 g das sumidades floridas em 150 ml de água.
- Carqueja (Baccharis trimera): infusão de 2,5 g das partes aéreas em 150 ml.

  • Para controlar o colesterol

Plantago: decocção de 5 g da casca da semente para 150 ml de água.
Alcachofra: infusão de 1 xícara das folhas em 500 ml de água.

  • Para driblar a insônia

Laranja amarga: infusão de 1 g a 2 g das flores para 150 ml de água.
Capim-santo ou capim-cidreira: infusão de 1 g a 3 g das folhas para 150 ml de água.
Melissa: infusão de 2 g a 4 g das folhas para 150 ml de água.

Muitas plantas quando consumidas em excesso podem causar toxicidade e interagir com medicamentos. Existem também contraindicações de utilização de alguns chás em situações de doenças. Por isso, procure um médico ou nutricionista para orientar quais bebidas e a quantidade que você pode tomar.

Fontes: Paola Machado, mestre em ciências da saúde, doutoranda em nutrição pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e colunista do UOL VivaBem; Deborah Masquio, doutora em nutrição pela Unifesp, em texto publicado no dia 30 de outubro de 2018

*Colaboração da nutricionista Dra. Deborah Masquio.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Saúde