PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Em 12 dias, SP entregará 10 mi de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde

Ontem à noite, chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos um avião que transportava 1 milhão de doses da CoronaVac  - WILLIAN MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
Ontem à noite, chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos um avião que transportava 1 milhão de doses da CoronaVac Imagem: WILLIAN MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Sofia Aguiar

Do Estadão Conteúdo, em São Paulo

30/06/2021 13h03Atualizada em 30/06/2021 13h05

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou, na terça-feira, 29, que serão entregues, dentro de 12 dias, 10 milhões de doses da vacina da CoronaVac ao Ministério da Saúde para auxiliar no Programa Nacional de Imunização (PNI). Segundo Doria, as doses já estão em produção pelo Instituto Butantan.

Na noite de terça, chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos um avião que transportava 1 milhão de doses prontas do imunizante, que contou com a presença do governador.

Em pronunciamento, Doria afirmou que, até a noite desta quarta-feira, 30, as vacinas já terão sido entregues ao Ministério da Saúde.

Segundo o cronograma, na quinta-feira, 1º de julho, as doses já devem estar disponíveis para aplicação dos brasileiros.

De acordo com o governador, com o novo lote, o Butantan já terá feito a entrega de 63,212 milhões de doses do imunizante.

Doria ainda reforçou o compromisso de que o governo do Estado e o Butantan vão enviar 100 milhões de doses ao Ministério da Saúde até 30 de setembro.

Saúde