Paula Burlamaqui diz como vê envelhecimento: 'Baixo-astral, chamada de tia'

A atriz Paula Burlamaqui abre sua casa no sexto episódio do "Maria vai com os Outros", programa de Universa apresentado pela atriz e colunista Maria Ribeiro, que vai ao ar nesta quinta-feira (30). Em uma conversa sobre carreira, envelhecimento e amor aos animais, as duas compartilham intimidades e dizem o que esperam da vida na maturidade.

Aos 56 anos, Paula diz que tem encarado esta fase com pouco otimismo e conta o que mais a tem incomodado.

"Estou escrevendo um monólogo sobre isso. Fui ler o que eu tinha escrito e está bem baixo-astral, porque eu só estou falando das coisas ruins", conta e relembra de festa em que foi chamada de "tia" por uma garota.

Teve os maridos que me largaram para ficar com pessoas mais jovens. Na nossa carreira eu sinto que tem um funil, eu sempre trabalhei muito, só que agora que estou ficando velha, não tem mais tantos papéis.
Paula Burlamaqui

Ela estreou na TV em 1987, após vencer o concurso "Garota do Fantástico", e ficou nacionalmente conhecida por sua beleza. Quase uma década depois, em 1996, em um ensaio fotográfico realizado na neve de Aspen, nos Estados Unidos, a atriz estampou a capa de uma das Playboy mais concorridas.

"Eu adorei fazer, as fotos ficaram lindas, a minha revista esgotou em duas semanas. Comprei meu apartamento com esse dinheiro", ela diz.

Maria pergunta se Paula gostaria de ter interpretado menos personagens em que a beleza tenha sido um traço marcante.

"Meu primeiro personagem foi a Bia, uma deficiente auditiva [em "O sexo dos anjos" (1990). Depois fiz muita mulher gostosa e amante. Eu era loira, gostosa, vim de um concurso de beleza, posei pra Playboy", ela diz.

O programa "Maria vai com os Outros" vai ao ar às quintas, às 15h no Canal UOL e às 17h no YouTube de Universa.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes