PUBLICIDADE

Topo

Suyane Moreira: 'Represento a força guerreira da minha mãe e da minha avó'

Suyane, a vencedora do reality "A Ponte: The Bridge Brasil" falou sobre sua experiência no programa - Reprodução/Instagram
Suyane, a vencedora do reality 'A Ponte: The Bridge Brasil' falou sobre sua experiência no programa Imagem: Reprodução/Instagram

Rafaela Polo

De Universa, São Paulo

29/06/2022 04h00

A modelo cearense Suyane Moreira levou a melhor e foi a grande campeã do reality show da HBO Max, "A Ponte - The Bridge Brasil". No programa, os participantes tinham que construir uma ponte e o prêmio final, de R$ 400 mil, poderia ser dividido entre os participantes. Tudo dependeria da decisão daquele escolhido como vencedor.

Suyane é atriz e modelo. Ela já participou da novela "Os Mutantes" da Record e da minissérie da Globo "Amazônia, de Galvez a Chico Mendes", criada por Glória Perez. No seu currículo também constam papéis em novelas como "Araguaia" e "Gabriela". Segundo ela, suas origens indígenas a fizeram se sentir confortável na dinâmica do programa.

"Desde criança, olhando para a minha avó, achava que as mulheres eram fortes. Hoje trazemos isso com uma dimensão muito maior. Ganhamos um espaço absurdo na sociedade, mas mulheres fortes e guerreiras existem há anos. Minha avó e mãe eram mulheres guerreiras", disse. A mãe de Suyane trabalhou e sustentou os quatro filhos sozinha, já que a atriz perdeu o pai ainda muito cedo. Sua avó, segundo ela, plantava e colhia para sobreviver.

Polêmicas na divisão do prêmio

A cearense Suyane Moreira  - Divulgação - Divulgação
No reality "A Ponte - The Bridge Brasil", participantes isolados no meio da natureza tinham vinte dias para se conhecer e construir uma ponte que os levará a um tesouro que os aguarda do outro lado de um rio.
Imagem: Divulgação

Quem acompanhou sabe: a escolha da divisão financeira de Suyane foi polêmica, apesar de ela defender que o justo era que todos fossem bonificados. "Só tive um grande desafio, que não consegui concluir. Talvez tenha sido inocência da minha parte, tentar fazer as pessoas entenderem que a construção de uma ponte era algo coletivo e que todos se beneficiaram no final", disse em entrevista a Universa. Para ela, o pensamento de outros participantes de que ficariam com toda a grana no prêmio, sem dividir, era injusto. "Mas tinha que respeitar", contou.

No programa, Suyane escolheu ficar com R$ 170 mil e dividir o valor restante entre os outros participantes. Para sua cantora Polly Marinho, por exemplo, o valor destinado foi de apenas R$ 5 mil, enquanto policial civil Diego Del Rio recebeu R$ 70 mil.

No Twitter, as pessoas se revoltaram com sua escolha — já que Polly é uma mulher negra e Diego um homem branco— alegando, inclusive, que ela foi incoerente. Sobre a polêmica, a modelo afirma que teve conversa com Polly, que ficou sua amiga durante as filmagens de receberia 10 mil dela se ganhasse o programa. Já no caso de Diego, afirmou que o policial esteve sempre ao seu lado.

Tretas na floresta

Reality bom é reality com briga. E em "The Bridge" não foi diferente. Polida ao falar dos desentendimentos, Suyane atribui os problemas a falta de experiência com relacionamento coletivo. "Claro que tiveram algumas discussões. Em uma vivência, tem que entender e respeitar as pessoas que estão lá dentro. Para mim, foi fantástico. Eu moro no Ceará, tenho contato com a natureza e passei a infância em uma cabana. Aquilo faz parte do meu cotidiano", disse.

'Não dividir era injusto', diz Suyane, vencedora do reality The Bridge - Divulgação - Divulgação
'Não dividir era injusto', diz Suyane, vencedora do reality The Bridge
Imagem: Divulgação

Para ela, mesmo com os conflitos, a amizade com alguns participantes seguirá para a vida. "Vou levar a Polly, que é maravilhosa e eu amo. O Boa é meu irmão, o Henrique virou um grande amigo", diz.

Ela falou ainda mais da Pepita, que desistiu do programa no episódio final devido a preocupações com sua mãe com câncer. As duas tiveram pouco contato após o programa e Suyane diz ter ficado um pouco chateada com as afirmações da cantora, mas que mesmo assim gostaria de ter ela por perto.

"Tivemos pouco contato depois do fim do reality. Respeito o pensamento dela. A Pepita falou algumas coisas dentro da vivência que não me deixaram feliz, mas não deixo de a admirar por isso. Acho que ela é uma grande mulher e sou fã", disse.

Mas tem também aqueles que, digamos, não ganharam o coração e a amizade da vencedora. "Tive conflitos com o Badauí e com a Jordana. Não vou falar o que aconteceu porque nem foi mostrado, mas é algo particular com eles", conta. Esse papo fica para ser resolvido longe das câmeras.

Mais um reality pra conta

Suyane, que já participou do "Power Couple" junto com Maurício Ribeiro (relacionamento dos dois chegou ao fim em novembro de 2021), disse que topou participar de "The Bridge" porque amou a ideia da vivência na floresta. "Sempre quis viver algo assim. Não consigo nem considerar um reality porque é tão diferente, legal e incrível essa convivência com as pessoas para a construção de uma ponte. Você para refletir o quanto precisamos das pessoas para vencer", disse destacando também a importância do esforço pessoal para chegar ao objetivo principal.

Ela afirma que se fosse convidada para participar de "Largados e Pelados" toparia na hora. "É uma sobrevivência. Deixada no meio da natureza, sem roupa, tendo que caçar para comer e construir uma casinha para dormir? Para mim, isso é fantástico. No 'The Bridge' tinha um pouco disso. O desafio de construir a ponte, na natureza, Mata Atlântica, rio, floresta? Era o meu lugar", completou.

Todos os episódios do reality estão disponíveis na plataforma de streaming do HBO Max.