PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

'Precisa haver espaço para nós', diz atriz trans de 'Pose' sobre o Emmy

Hailie Sahar em cena de "Pose" - Reprodução/IMDb
Hailie Sahar em cena de 'Pose' Imagem: Reprodução/IMDb

De Universa, em São Paulo

14/08/2020 14h59

Desde a divulgação das indicações ao Emmy 2020, a omissão das atrizes trans que compõem o elenco central de "Pose" se tornou um assunto quente nas redes sociais e entre os fãs da série — pelo segundo ano seguido, o ator Billy Porter, um dos poucos membros cis do elenco, foi o único indicado de "Pose".

Em entrevista ao Gay Times, a atriz Hailie Sahar (que interpreta Lulu) quebrou o seu silêncio sobre a polêmica. Ela disse que tem um ótimo relacionamento com Porter, e que acredita que ele "merece tudo o que está recebendo", mas que também notou o padrão da Academia de TV.

Eu teria gostado de nos ver indicadas. É como fazer uma série sobre mulheres, mas os homens são os únicos que são reconhecidos. Não quero tirar nada do Billy, quero deixar isso claro, mas precisa haver espaço para nós. A experiência trans é completamente diferente da experiência gay, e precisamos de mais representação."
- Hailie Sahar sobre ausência de atrizes trans de "Pose" nas indicações ao Emmy

Representatividade

Hailie refletiu sobre como uma maior representatividade trans na cultura pop a teria ajudado quando era mais nova. "Não havia nada, e o que eu tive que passar para chegar aqui não foi brincadeira. Fui até o inferno e voltei", definiu.

Para ela, outras pessoas trans "precisam nos ver em posições de poder e vencendo, para saber que elas podem vencer também".

Eu não me lembro de nenhum momento feliz da minha infância, porque tudo era uma luta. Tudo. Minha existência era uma luta, ganhar a aceitação de parte da minha família era uma luta, ser filha de um pastor era uma luta. Quando eu decidi o que queria fazer, parecia impossível que eu conseguisse entrar nesta indústria, sendo quem eu era. Eu passei por muita coisa, incluindo produtores que queriam transar comigo antes de me dar papéis. E não tinha ninguém me protegendo."
- Hailie Sahar reconta trajetória em Hollywood

Arte traz esperança

Atuar em "Pose" e perceber a importância da série para outras pessoas trans através de "milhões de e-mails, mensagens no Instagram, comentários no Facebook" ajudou Hailie a compreender que o que passou "valeu a pena para chegar até aqui e ser uma artista".

As pessoas estão começando a acreditar que podem ser muito mais do que o mundo diz que elas podem. Um mundo que diz: 'Você é descartável, não serve para nada. Vá engatinhar lá no canto'. 'Pose' fez essas pessoas perceberem que podem ser inteligentes, bonitas, autênticas. Que elas podem ter confiança em si mesmas e serem felizes. Deu esperança para elas."
- Hailie Sahar sobre o efeito de 'Pose' no público trans

Diversidade