PUBLICIDADE

Topo

Professor acusado de assédio publicou livro erótico sobre estudantes

Trinity Hall em Cambridge - Wikimedia Commons
Trinity Hall em Cambridge Imagem: Wikimedia Commons

Do UOL, em São Paulo

18/02/2020 14h24

Um professor da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, publicou um livro erótico sobre um grupo fictício de estudantes universitárias quando estava sendo investigado por assédio.

Peter Hutchinson foi afastado da faculdade Trinity Hall, uma das mais importantes de Cambridge, em 2017, após denúncias de comportamento inapropriado de cerca de 10 alunas. Neste período, ele lançou o livro "First Time: Ooo-la-la!" sob o pseudônimo de Barry Able.

Hutchinson, que era professor de línguas modernas, foi readmitido na escola em outubro do ano passado. Contudo, após protestos de alunas e ex-alunas, ele próprio pediu demissão.

O livro conta a história de Peter, um aluno do primeiro ano de Oxford que é investigado por más condutas sexuais.

O personagem se envolve com um grupo de estudantes chamado As Virgens, que devem fazer sexo com um homem a cada semana ou são expulsas do grupo.

No livro, Hutchinson chama as estudantes de "atrevida atrevida" e outras são descritas como "excepcionalmente bem-dotadas". Além disso, as personagens femininas estão sempre usando lingerie.

Até mesmo a capa do livro, traz as pernas de uma ex-aluna de Cambridge vestindo meias, abertas em uma pose sensual. Segundo o professor, a foto foi consensual e ele não estava presente no momento.

Direitos da mulher