PUBLICIDADE

Topo

Bar "enquadra" marca de soco na parede como arte de "masculinidade frágil"

Quadro foi pendurado no banheiro masculino de restaurante na Nova Zelândia - Reprodução/Instagram
Quadro foi pendurado no banheiro masculino de restaurante na Nova Zelândia Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

22/01/2020 12h42

Um bar em Auckland, na Nova Zelândia, transformou um ato de vandalismo em arte. Alguém deu um soco na parede do banheiro masculino do restaurante The Lumsdem Freehouse. Em vez de reformar o local, a gerente de operações Lucie Campbell preferiu fazer um "monumento à masculinidade frágil" e a imagem viralizou nas redes sociais.

A funcionário contou para o site "Newshub" que chegou, há 18 meses, no restaurante e se deparou com a marca do soco. "Eu tive um grande momento de rolar os olhos e decidi deixá-lo ainda mais evidente enquanto juntava o que era preciso para consertar o buraco", disse Lucie.

Junto à moldura colocada pela gerente, leia-se a legenda: "Masculinidade Frágil, por autor desconhecido". A decoração brinca com o fato de que muitos homens, ao não saber lidar com a própria frustração e outros sentimentos, acabam recorrendo à violência. E o soco na parede seria uma prova de que alguém teria tido um momento de masculinidade frágil naquele lugar.

Apesar de não ser uma novidade no restaurante, a imagem caiu no Reddit, uma espécie de fórum na internet, e começou a ser replicada em vários veículos de comunicação na última semana, surpreendendo a equipe do The Lumsdem Freehouse, cujo banheiro virou ponto turístico. "Como achei engraçado, decidi deixar a moldura permanentemente. Mas alguém descobriu, publicou no Twitter e as coisas ficaram doidas", fala a funcionária.

Direitos da mulher