Topo

Bangladesh tira palavra "virgem" de documentos de casamento

Mulher caminha pelas ruas de Dhaka, em Bangladesh - Mohammad Ponir Hossain/Reuters
Mulher caminha pelas ruas de Dhaka, em Bangladesh Imagem: Mohammad Ponir Hossain/Reuters

Da agência Ansa

27/08/2019 09h59

Em uma sentença histórica, a Suprema Corte de Bangladesh estabeleceu que as mulheres do país não precisam mais declarar se são virgens nos formulários de registro de matrimônio.

A Corte ordenou a retirada da palavra "virgem" nos módulos de registro dos casamentos. O termo será substituído por "não casada" e irá compor as opções de registro junto com "viúva" e "divorciada". A decisão se refere excepcionalmente à palavra bengali "kumari" que, no idioma local, pode significar tanto uma mulher que nunca se casou quanto uma virgem. Agora, será usada a palavra "obibahita".

Advogados de grupos de defesa dos direitos das mulheres foram os responsáveis por apresentar, em 2014, o processo na Justiça referente ao termo, alegando que se declarar virgem era "humilhante" e "violava a privacidade" das pessoas.

Direitos da mulher