Topo

Mês do Orgulho LGBTQ+


Maquiadora desabafa após ser dispensada de um trabalho por ser lésbica

A maquiadora americana Kristian Cardenas - Reprodução/Instagram
A maquiadora americana Kristian Cardenas Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

14/06/2019 12h52

Uma maquiadora americana usou o Twitter para fazer um desabafo após perder um trabalho. Segundo ela, isso aconteceu por conta de sua orientação sexual. Kristian Cardenas havia sido contratada para maquiar uma noiva, até que recebeu uma mensagem da mulher, cancelando o serviço. "Eu não quero uma pessoa homossexual no meu casamento. Eu vi o seu Facebook e não consegui entender se você é ou não gay", escreveu a contratante.

"Ok, tudo bem. Tenha um bom dia", respondeu a americana. Mas a mulher não parou por aí. "Eu ainda tenho algumas questões. Como você pode ser uma mulher latina e lésbica? Você sabe que ser homossexual é um pecado, certo. Eu vou rezar por você minha amiga. Eu sinto muito que você tenha escolhido um caminho que vai te levar direto para o inferno. Eu acho que você faz maquiagens muito bonitas, mas eu não posso ter uma lésbica fazendo parte deste meu dia especial", escreveu.

E continuou: "O casamento é em uma igreja e eu não quero você andando na minha igreja. Se você acha que tem alguma chance de você mudar de ideia sobre ser lésbica me avise por favor para que eu possa marcar com você de novo", concluiu.

Kristian usou sua conta no Twitter para desabafar sobre o ocorrido e também fazer um discurso contra a homofobia. "Compartilhar abertamente quem eu sou com o mundo é uma escolha minha. Uma escolha pela qual eu nunca vou me desculpar. Eu amo o que eu faço e quem eu sou. Hoje me fizeram andar um pouco para trás. Homofobia é um problema real em 2019. Por favor, seja gentil com todos que você conhece", tuitou.

O post viralizou e teve quase 56 mil retuítes e mais de 248 mil curtidas. Fora as milhares de mensagens de apoio e em repúdio a qualquer tipo de opressão contra a comunidade LGBTQ+. "Qual o problema desta pessoa? Eu não posso acreditar que isso aconteceu. Mas para ser honesta, não me surpreende. Continue trabalhando duro e não importa o que aconteça continue sempre aparecendo. Feliz Parada, garota", escreveu uma seguidora.

Mais Mês do Orgulho LGBTQ+