Topo

Sexo

Maioria dos britânicos acha que crianças devem ser ensinadas sobre orgasmo

Getty Images
Imagem: Getty Images

Da Universa

22/12/2018 15h09

Uma pesquisa da YouGov descobriu que a maioria dos britânicos acreditam no fato de que as escolas precisam falar sobre o orgasmo para as crianças.

O estudo descobriu que 57%, de 3,358 adultos, apoiam a sugestão apoiada no discurso da deputada trabalhista Jess Phillips, que foi manchete por afirmar que "deveríamos contar às meninas sobre orgasmos nas aulas de educação sexual".

Além dos 57% que concordam com essa dinâmica, 90% dos entrevistados disseram que consentimento, contracepção e assédio sexual também devem ser abordados.

Enquanto isso, 89% disseram que ambos os sexos deveriam ser ensinados sobre a menstruação, enquanto 73% concordaram que aprender a diferença entre o sexo representado na pornografia e o sexo na vida real também é necessário.

"Para grande parte do assunto em potencial, desde os ensinamentos mais bem estabelecidos sobre DST, gravidez e contracepção até conteúdos mais contemporâneos como consentimento, relacionamentos e segurança online, há aprovação quase universal entre homens e mulheres de todas as idades", afirmou um representante da "YouGov" sobre os resultados.

No entanto, a pesquisa tomou outro rumo quando se detalhou às intimidades na vida adulta. Apenas 25% dos entrevistados disseram que as crianças deveriam ter um entendimento sobre fetiche e 21% delas acreditam que as crianças precisam ser ensinadas a dar prazer sexual.

Quanto às questões LGBT +, 69% disse que as crianças devem ser encorajadas pelos professores a manter a opinião de que "a homossexualidade é boa" e outros 51% disseram o mesmo para a transexualidade.

Sexo