Topo

Casamento


Novas listas de presentes ajudam casais que já moram juntos ou desejam curtir a lua de mel

Novo perfil de casais é refletido em listas de presentes que arrecadam dinheiro - Fotomontagem UOL/Thinkstock
Novo perfil de casais é refletido em listas de presentes que arrecadam dinheiro Imagem: Fotomontagem UOL/Thinkstock

Mayara Alves

Do UOL, em São Paulo

19/04/2012 07h10

Noivos que já moram juntos fazem parte de um grupo que não para de crescer. Segundo Camila Relva, consultora da Compagnie Assessoria de Eventos, cerca de 50% dos casamentos de hoje são feitos por casais que já têm uma vida construída a dois. Para essas pessoas que já têm a casa mobiliada ou muitos bens em comum, perde-se a razão de fazer a tradicional lista de presentes. Por isso, o mercado está se adaptando a este novo perfil de casais, encontrando novas maneiras dos convidados prestigiarem os noivos.

No início desta onda de novos casais, a tendência era pedir dinheiro aos convidados, para a poupança ou para a lua de mel. Para a consultora Camila, essa é uma atitude deselegante, pois pode constranger os convidados --principalmente, os que são menos íntimos. Para evitar o embaraço, algumas empresas encontraram soluções inteligentes e práticas, que são favoráveis tanto para os noivos quanto para os convidados. Conheça algumas alternativas:

Lista revertida em dinheiro
A princípio, ela parece apenas uma lista tradicional mas, na verdade, é mais que isso. Alguns sites permitem elaborar a lista de presentes, sendo que, no final, você pega apenas o valor dos brindes. “Nesses casos, o ideal é fazer um aviso para os convidados, informando que o site permite a troca do presente dado por dinheiro, e que esta será uma escolha dos noivos. Assim, não há surpresas”, aconselha a assessora de eventos Cinthia Rosenberg.

  • 2694
  • true
  • http://mulher.uol.com.br/casamento/enquetes/2012/04/18/qual-tipo-de-lista-de-casamento-e-mais-util.js

E foi essa a ideia que Beatriz Pedrosa Malfatti, de 40 anos, teve em conjunto com o noivo, Eduardo Moreno Martins, 33, quando se casaram em 2008. “Quando nos casamos, já morávamos juntos há três anos. Estávamos bem estabelecidos e não precisávamos nem de uma agulha. Pensamos em pedir dinheiro, mas não queríamos ter uma lembrança monetária”, conta Bia. Foi aí que eles tiveram a ideia de criar uma lista com presentes virtuais, que simbolizavam o que gostariam de ganhar, mas cujo benefício viesse na forma de dinheiro para os noivos.

Com essa ideia em mente, lançaram a Loja dos Noivos. “Funciona assim: o casal cria um site com vários serviços, como RSVP, álbum de fotos, mapas, mural de recados, controle por SMS, endereço personalizado e músicas e podem, ainda, criar uma lista de presentes virtuais. Eles dão o significado que quiser para a lista. São mais de 2.000 itens no site e, caso não tenha o que o casal deseja, temos uma ferramenta para que criem seus próprios presentes virtuais”, explica Beatriz.

Lua de mel dos sonhos
Passar a conta bancária para depósitos, com a intenção de ajudar a pagar a lua de mel, não é lá uma alternativa recomendável. “Nesses casos, as cotas para lua de mel são a melhor opção. Ao invés de simplesmente pedir dinheiro, você nomeia as cotas de acordo com o seu roteiro de viagem. Por exemplo: champanhe na noite de núpcias, valor x, passeio de gôndola, valor y, jantar a luz de velas, valor z, etc. Assim, o convidado vê seu dinheiro materializado em um verdadeiro presente”, explica Cinthia Rosenberg.

Foi isso que a nutricionista Bruna Iasi Franceschi Volacius, de 27 anos, fez ao se casar com Erik Volacius, 30. Eles já viviam juntos há dez meses e tinham a casa toda montada. “Quando nos mudamos, meu pai havia nos presenteado com alguns itens de cozinha e as pequenas coisas nós ganhamos no chá de noivas. Assim, a única opção útil seria uma ajuda para a viagem”, conta Bruna.

Eles criaram um site em que explicavam toda a situação e listavam as experiências em que dividiram as cotas da lua de mel. “Foi a melhor coisa que fizemos. E os convidados também adoraram! Com os presentes em dinheiro, pudemos fazer a lua de mel dos sonhos, em hotéis quatro e cinco estrelas na Costa Amalfitana, na Itália”, conta Bruna. Para homenagear os convidados, o casal levou cartazes a todos os passeios, com um agradecimento especial ao convidado que havia presenteado, e tiravam fotos para mostrar depois.

Não precisa de nada?
Para os noivos que realmente já possuem tudo, o mercado também oferece uma opção. “Se o casal já mora junto e tem tudo, inclusive a viagem, pode pedir que os presentes sejam revertidos em doações para uma instituição de caridade, a escolha deles”, conta a consultora Camila Relva.

Saiba onde fazer a sua lista de presentes

Lista Perfeita
O site reúne 45 lojas parceiras para que os noivos possam personalizar a lista de presentes em um único endereço. No final, eles podem receber os produtos escolhidos em casa, trocá-los por outros produtos das 45 lojas ou ainda reverter em doações para três instituições. O site também oferece o serviço de cotas para a lua de mel.
Wedding Gift
Possui 11 lojas associadas para a elaboração da lista. O site cobra uma taxa de 5% do total de presentes adquiridos. Caso os noivos queiram, o site entrega o valor dos presentes em dinheiro. Nesse caso, o casal recebe 90% da quantidade arrecadada.
Loja dos Noivos
O site possui uma lista com mais de 2.000 presentes simulados, em que os noivos receberão o valor em dinheiro, com um desconto de 7% da quantia arrecadada.
iCasei
Não trabalha com produtos reais e oferece a possibilidade de fazer cotas para viagens ou presentes para serem revertidos em dinheiro. São 25 mil sugestões de presentes e cotas pré-cadastradas para os noivos escolherem, sendo que podem ser criadas novas que se adequem ao casal. A taxa de ativação da lista é inexistente, mas há uma taxa de administração de 1,99% do valor arrecadado.
Just Married
Vende cotas de viagens de lua de mel para os noivos. O valor é retirado em dinheiro, com 5% de taxa, mais o pagamento para a empresa PagSeguro, responsável pela segurança das transações efetuadas.
Top Brasil Tur
O site permite dividir a viagem de lua de mel em cotas personalizadas para os convidados presentearem os noivos. Caso a viagem tenha sido comprada com o próprio site, a lista de presente não tem custo. Se a viagem for com outra companhia, é cobrado um valor de R$ 450.
Pronto Casei
Site com lista de produtos fictícios. Os convidados podem comprar os artigos com cartão de crédito ou boleto bancário e o valor será depositado na conta bancária dos noivos. São cobradas taxas variadas, de acordo com a forma de pagamento do convidado, podendo variar de 6,5% a 7,3%.
Zankyou
Faz uma lista apenas ilustrativa e entrega aos noivos o valor em dinheiro, seja para a poupança do casal como para a lua de mel. É cobrado 4,85% do valor arrecadado, sendo que esta quantia pode já ser incluída nos presentes - nesse caso, o serviço sai de graça, visto que os convidados que arcarão com a despesa.
Presentear Online
O site disponibiliza lista de presentes por meio do sistema de vale-presente, em que os noivos recebem o valor da compra  feita pelos convidados. Há a opção de o convidado depositar o valor diretamente na conta bancária dos noivos -dessa forma, o serviço sai sem custo. Já se o pagamento for feito por cartão de crédito ou boleto, há uma taxa de serviço de 10% para o site.
CVC
O site disponibiliza a compra de cotas para a viagem de lua de mel, que podem ser feitas pelos convidados nas agências ou pelo próprio site. O valor acumulado será fechado, e poderá ser solicitado como reembolso, apenas depois do último dia em que a lista estiver disponível para os convidados.
Neo Turismo
Site de cotas para viagens de lua de mel. O site libera o serviço apenas com viagens pagas antecipadamente pelos noivos, no valor mínimo de R$ 5 mil. Caso os noivos não fechem o pacote de lua de mel com alguma das empresas parceiras, será cobrada uma taxa de R$ 150 pelo serviço.
Blessing Travel
Possui o serviço de cotas para lua de mel tanto com valores fechados, em forma de vale-presente, quanto em experiências e passeios da viagem, como jantares, etc.