PUBLICIDADE

Topo

Moda

Glória Coelho abre em grande estilo domingo de desfiles

A estilista Glória Coelho apresentou um verão de muitos vestidos em tecidos delicados - Alexandre Schneider/UOL
A estilista Glória Coelho apresentou um verão de muitos vestidos em tecidos delicados
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>UOL Estilo

16/07/2006 13h25

Glória Coelho abriu este domingo de desfiles do São Paulo Fashion Week em grande estilo. Com várias referências como inspiração - do seu tradicional gosto por mulheres mais andrógenas vestidas de preto aos reis da França Luís 14 e Luís 16, passando pela princesa Charlotte de Mônaco, os soldados de Napoleão e até a cidade de São Paulo -, a estilista apresentou um verão de muitos vestidos que reuniam a leveza de tecidos delicados e transparentes, a estrutura de anáguas e de alguns babados mais duros e a personalidade de, novamente babados (eles eram muitos!) desenhados e aplicados de maneira muito feminina mas não óbvia.



O desfile começou com vestidos de malha em preto. Os babados surgiram na barra, durinhos, lembrando os dos rufos das roupas históricas. Depois, modelos em cetim, como o areia com babadinhos brancos de algodão. O brilho do prateado surgiu nos paetês bordados em modelos em tom de pele, com a transparência do tecido que se repetiu em boa parte do restante do desfile. Os babados faziam desenhos no corpo dos modelos, vinham ora menores, ora um pouco mais volumosos. Quando mais discretos, eles estruturavam os vestidos de tecidos delicados.



A feminilidade mais romântica dos vestidos foi quebrada pelas jaquetas em sarja azul escura, que faziam uma releitura de casacas masculinas, os botões e outras jaquetas mais militares e os zíperes.



Nas cores, muito preto e branco, cinza, prata e off white.

Moda