PUBLICIDADE

Topo

Morango

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Casados há 18 anos, eles expõem fotos íntimas: 'exibicionistas convictos'

Casados há 18 anos, Andrea e Rafael compartilham fotos íntimas no Twitter - Acervo pessoal
Casados há 18 anos, Andrea e Rafael compartilham fotos íntimas no Twitter Imagem: Acervo pessoal
Conteúdo exclusivo para assinantes
Ana Angélica Martins Marques

Ana Angélica Martins Marques

https://universa.uol.com.br/colunas/morango

Ana Angélica Martins Marques, a Morango, é mineira de Uberlândia, jornalista, fotógrafa e DJ. É também autora do livro de contos Quebrando o Aquário. Passou pela décima edição do Big Brother Brasil e só foi eliminada porque transformou o temido quarto branco no maior cabaré que você respeita. É vegetariana e cuida de três filhos felinos: Lua, Dylan e Mike.

Colunista de Universa

11/08/2021 04h00

"Ela me atendeu mal, me apaixonei", diz ele. "Ele era um chato, casei com ele", replica ela. A história do casal Andrea Bavinck e Rafael Souza, juntos há quase 20 anos, poderia ter viralizado pelo fator divertido e inusitado, mas bombou mesmo no perfil @OnlyMels18, no Twitter, onde eles compartilham fotos íntimas com milhares de seguidores.

Andrea e Rafael se conheceram quando ela era representante de uma fábrica de rebites (peça de fixação com função similar ao prego) e ele, comprador de uma fábrica de escadas. "Quando nos conhecemos, ele tinha 19 anos e eu, 31. Nesta altura, já era mãe de dois filhos pequenos. Ele abraçou o pacote todo. Nosso primeiro contato foi meio arredio, porque não dei muita atenção para ele, e ele fez uma queixa para o meu pai. A empresa era do meu pai e ele reclamou do meu atendimento", recorda Andrea.

O casal Andrea e Rafael - Acervo pessoal - Acervo pessoal
O casal Andrea e Rafael
Imagem: Acervo pessoal

Eles são pais de três filhos e três gatos. "O Rafael tem o dom de fazer as coisas de uma maneira muito tranquila. Estamos há 18 anos nessa jornada que é o casamento, que, inclusive, recomendo para todo mundo. Se tem uma coisa boa na vida é casar, desde que seja com uma pessoa que seja sua companheira, como nós somos um do outro. A gente não é só marido e mulher, somos melhores amigos", reflete.

Perfil exibicionista

No Twitter, Rafael e Andrea vão além dos conselhos amorosos. Eles fazem sucesso como @onlymels18 — o nome é uma alusão ao apelido que Rafael recebeu dos amigos, "Mel", por ser doce e gentil. O apelido também foi estendido a Andrea, e eles passaram a ser conhecidos como "Os Mels". No microblog, o casal publica parte de seu acervo pessoal, que conta com milhares de fotos eróticas.

"O Rafael sempre gostou muito de ver pornô; ele é um apreciador. Logo no começo, nos primeiros anos de namoro, ele perguntou se podia fazer fotos e vídeos. Eu confiava nele e permiti. Depois, ele começou a acompanhar, pelo Twitter, perfis de casais exibicionistas. Então, em 2016, criamos a conta 'Eduardo e Mônica' (por causa da diferença de idade, uma referência aos célebres personagens cantados por Renato Russo), e postávamos sem mostrar o rosto. O perfil bombou na época, quando chegamos a ter quase 40 mil seguidores, mas enjoamos da atividade e abandonamos há três anos", relembra Andrea.

Poucas semanas atrás, entretanto, em comemoração aos 18 anos de casados, Andrea e Rafael resolveram voltar. Estrearam uma conta no microblog, e passaram a publicar imagens sensuais e sem artifícios para encobrir as identidades nas fotos. Desde então, já conquistaram mais de 6 mil seguidores.

"Mudamos o formato e resolvemos manter os nossos rostos, porque eu não acho bonitas as fotos com emojis; acho que perdem muito em qualidade. A ideia é manter um perfil com o nosso acervo", explica.

A nossa ideia é inspirar os casais, mostrar que é possível ter uma vida sexual saudável e divertida dentro de um casamento. Muita gente leva o casamento como um fardo, acha que casado não transa. O objetivo é falar 'olha, é legal! Você poder fazer isso tudo com a pessoa que você vive, com a pessoa que você ama'

A preocupação estética também está presente, já que fotografia é um hobby do casal. A primeira câmera foi adquirida para capturar os melhores momentos da infância dos filhos. A GoPro, com mais recursos, para registrar vídeos em alto mar — Rafael é velejador. "Inicialmente, compramos a câmera portátil para esportes, depois descobrimos outras funcionalidades. Uma delas é colar no teto do quarto, pois dá umas imagens bem diferentes. Mas é tudo amador. É o que achamos bonito, legal. Vamos fotografando e seguimos essa brincadeira", revela Andrea.

Os limites

Diferente do Facebook e do Instagram, no Twitter a nudez é liberada e perfis exibicionistas fazem muito sucesso por lá.

"Somos exibicionistas convictos e isso deu vida ao nosso casamento. Não que o relacionamento estivesse ruim quando chegamos no Twitter, mas veio para agregar. É uma coisa que me dá prazer. Eu gosto de me ver ali, gosto daquele assédio, daquela brincadeira. O Rafael também gosta. Quem parte para o exibicionismo sabe que abordagens estão embutidas no pacote. O homem e a mulher são assediados", conta.

Andrea e Rafael explicam que não fizeram nenhum tipo de acordo quanto à repercussão das postagens. "A nossa intenção é só uma brincadeira. A gente não dá abertura para que o assédio seja maior. Não é nossa intenção prolongar o assunto nesse sentido, 'dar corda'. Tem os abusados, que mandam mensagens grosseiras, palavreado de baixo calão. Quando chegam mensagens assim, não respondemos. Cancelamos, porque a intenção não é essa. Queremos algo leve, divertido. As pessoas realmente se soltam ali, mas estamos pelo exibicionismo. O assédio é gostoso, mas a gente não leva o assunto adiante, não", pontuam.