PUBLICIDADE

Topo

Fabi Gomes

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Festa no BBB: por que as mulheres levam horas se arrumando e eles não?

BBB 21: Juliette arrasa no delineador para a festa de quarta - Reprodução/globoplay
BBB 21: Juliette arrasa no delineador para a festa de quarta Imagem: Reprodução/globoplay
Fabiana Gomes

Fabi Gomes é maquiadora e bonne vivante ? gosta de das coisas boas da vida, como artes, literatura, sexo, cinema, culinária, viagens. Está sempre atenta ao poder transformador e aos rumos da beleza.

Colunista de Universa

19/02/2021 04h00

Hoje vai ter festa (faz de conta, covid, faz de conta)! Que maravilha que é dia de festa, né? Desde que você não esteja ciceroneando o rolê, pode relaxar e se preparar apenas para curtir o que vem pela frente. É claro que existem festas e festas, e cada uma pede uma preparação diferente.

Se for uma festa de Carnaval, um baile, por exemplo (eu sei, maldito gatilho), muitas vezes essa preparação começa dias antes. Você pode querer colar na "25 de Março" da sua cidade, aquela rua em que se encontra de tudo. De tecidos diversos a fantasias de Carnaval, de bijoux a aparelhos eletrônicos, passando por grandes papelarias, que oferecem não só material escolar, mas também potões de glitter pra você brilhar no rolê ou se vingar daquele namorado babaca.

Além das lojas, você encontra os camelôs com ofertas imperdíveis e improváveis, como um aparelho de defesa pessoal para dar choques.

Imagina agora que é uma festa de casamento. A depender do teu envolvimento no enlace, a preparação é mais ou menos intensa. Nem pensei na noiva, porque, em algumas famílias, essa daí começa a se preparar desde o dia do nascimento. Você é só uma amiga da linda. Mas daí tem aquele negócio do vestido, não pode isso, não pode aquilo. Usar preto: não, pois usa-se preto em funerais. Usar vermelho: não, porque não.

Vai que a Pombagira cola e dá um show de sedução no noivo? Melhor evitar. Usar branco: nem pensar. Vão dizer que você tá competindo com noiva... isso sem mencionar toda a ritualística do dia, com cabelo, maquiagem e tal. Nem ouse aparecer mal-ajambrada num casamento. O que iriam dizer? Isso é algo que pode afetar a reputação de toda uma família.

Tem também aquelas festinhas massas e descompromissadas na casa de amigos ou de desconhecidos. Mas festa é festa, né, gente? É sempre a promessa de diversão e, se pah, acuendação (se não souber o que é isso, dê um Google, tamo falando de cultura aqui).

Então, sempre rola um banho mais caprichado e, a depender das intenções, uma chuca (mais Google). Aí vem uma make mais babadeira, um pensamento mais avançado e reflexivo sobre o look. Às vezes, rola até aquela ceninha "pilha de roupa sobre a cama" e o drama de "não tenho nada para usar", com aquelas 30 peças te observando ofendidas.

Não me considero uma pessoa desleixada. Mas nunca curti gastar muito tempo nesse tipo de preparação. Gosto de pôr uma musiquinha e tomar meu drinkzinho enquanto me organizo. Nada muito elaborado, nem tão diferente do que faço no dia a dia. Se arrumar com as amigas pode ser divertido e terapêutico (ou não também... rs).

Lembro de ter ido à festas importantes e ter gasto uma hora, uma hora e meia nessa história da preparação, e creio que não fiz feio. É por puro saco cheio de passar o dia em função de um único evento mesmo, um evento que pode ser legal, mas que, provavelmente, não será o evento da minha vida. E, se for, que bom que eu tava distraída e relaxada. Me considero mais elegante quando tô assim.

Por que esse negócio de falar de festa agora? Serão os efeitos da quarentena agindo no meu ser? De onde saiu isso hoje? Lembrei! Saiu do BBB, claro! De onde mais? Onde mais pode haver uma festa? Como você sabe (se tiver lido meu último texto), tenho sido uma observadora contumaz do reality.

Daí que na quarta fiquei vendo a preparação dos participantes para a festinha da night. Na real, já tava meio intrigada com isso desde as outras festas da casa. Mais na real ainda, tenho pensado nisso já faz alguns anos em relação às festas que rolam aqui do outro lado da tela mesmo.

As meninas começam a se preparar muitas, mas muitas horas antes dos meninos. Algumas vezes, até quatro horas antes da festa. Ah, Fabi, deixe de ser ogra, mimizenta. Você não gosta disso, mas "as mulheres" gostam. Nasceram assim, vaidosas. Veja como elas se divertem na preparação. Estão felizes, colocando os apliques, cílios postiços e as muitas camadas de produto.

Mas daí vem a fada sensata da Juliette, que, aliás, fez um delineador belíssimo para a tal festa, e me solta algo assim: "Ai, nessas horas eu queria ser os meninos. Olha como eles tão sossegados". Pensei "pera aí, ela tá arrasando, dando o nome na arrumação". Mas não tava exatamente feliz com o ritual. Tava fazendo porque "tem que" fazer?

Ei ei, volte aqui. Não tô criticando nossa Juliette, não. Acredito de verdade que ela deve amar os rituais de beleza, e muitas vezes é visível a relação dela com esse universo. Ela se propõe até a dar essa garibada nas colegas. Mas será que ela sempre ama? O BBB não é o melhor parâmetro. É obvio que todos ali querem aparecer na sua melhor versão, a versão dos sonhos. Afinal, há câmeras por toda parte, eternizando essas imagens para todo um país.

Mas não é sempre assim? As mulheres não gastam sempre muito, muito mais tempo nessa preparação? Quando a Juliette solta essa espécie de reclamação, ela deixa escapar esse desejo de que, talvez, o processo todo pudesse ser mais simples e mais descomplicado.

Então, minha pergunta é: as mulheres são mesmo mais vaidosas, mais coquetes, ou foram ensinadas a ser assim? Se foram ensinadas, quais seriam as possíveis razões por trás disso? Tô problematizando? Talvez. Mas eu queria mesmo era levantar essa lebre - por que a gente precisa gastar tanto tempo nessa preparação? É por amor mesmo?

Você já escolheu usar algo que te deixasse desconfortável só pra (supostamente) lacrar? Uma roupa, um sapato, unhas, cabelos, cílios? Se o melhor momento da festa é quando você chega em casa e sente o conforto e a alegria de se desmontar, seria legal repensar a definição de festa e diversão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL