Topo

Nave Soyuz viaja com tripulação internacional para Estação Espacial

Irene Klotz

Cabo Canaveral (EUA)

28/05/2013 20h18

Um veterano cosmonauta russo, um italiano estreante e uma mãe norte-americana em sua segunda viagem decolaram do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, com destino à Estação Espacial Internacional, numa viagem que dura seis horas.

O foguete russo Soyuz foi lançado às 2h31 de quarta-feira (29) - às 17h31, no horário de Brasília -, numa madrugada de céu limpo e claro no Cazaquistão, conforme mostraram imagens da Nasa.

A cápsula é comandada por Fyodor Yurchikhin, 54, que já fez dois voos de longa duração na Estação Espacial e participou de uma missão em um dos ônibus espaciais dos Estados Unidos.

Viajam com ele o major italiano Luca Parmitano, 36, e a engenheira mecânica norte-americana Karen Nyber, 43, que já passou duas semanas a bordo de um ônibus espacial. Ela é casada com o também astronauta Doug Hurley e tem um filho de 3 anos.

A tripulação deve chegar à Estação Espacial, um projeto de US$ 100 bilhões de 15 países que orbita a cerca de 400 quilômetros da Terra, seis horas após o lançamento, uma viagem mais rápida que foi feita por apenas uma outra tripulação.

Aguardam a chegada deles o comandante da Estação, Pavel Vinogradov, e os engenheiros de voo Alexander Misurkin e Chris Cassidy, que já cumpriram dois meses de uma missão planejada de seis meses.

As equipes combinadas irão supervisionar mais de cem experimentos de pesquisa e testes tecnológicos atualmente em andamento a bordo da Estação Espacial Internacional.

Mais Tilt