Topo

Marcas escuras sugerem água corrente em Marte, diz Nasa

Imagens da alta resolução mostram o aparecimento de manchas escuras sobre inclinação de Marte com a mudança de estações - Nasa/JPL-Caltech/Univ. do Arizona
Imagens da alta resolução mostram o aparecimento de manchas escuras sobre inclinação de Marte com a mudança de estações Imagem: Nasa/JPL-Caltech/Univ. do Arizona

Do UOL, em São Paulo

10/12/2013 19h35

Marcas escuras aparecem e desaparecem sazonalmente em uma região próxima ao equador marciano, o que sugere a existência de água salgada corrente em Marte, afirma a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana).

As imagens de alta resolução da câmera da sonda Mars Reconnaissance Orbiter  mostram o aparecimento das estrias pelas encostas durante os meses mais quentes e o desaparecimento durante os meses mais frios. 

"A superfície da região equatorial de Marte é tida como seca, livre de água líquida ou congelada, mas nós talvez tenhamos que repensar isso", afirma Alfred McEwen da Universidade do Arizona, principal pesquisador das imagens da sonda e autor de estudo sobre as correntes equatoriais de marte na Nature Geoscience nesta terça-feira (10).

Vales que se assemelham a marcas deixadas por rios no passado já foram encontrados em Marte, inclusive um lago capaz de abrigar vida. A grande novidade agora é que água pode existir hoje no planeta vermelho, que é seco e tem uma atmosfera muito fina, que não favorece o aparecimento de água líquida. Mas, os novos sinais sugerem que água pode correr em Marte de tempos em tempos.

Isto abre a esperança pela busca de vida fora da Terra. Entretanto, a exploração do local exige cuidado para não contaminar com material terrestre.

Tilt