Topo

Irã lançará ao espaço foguete com macaco a bordo em fevereiro

Em Teerã

15/01/2013 15h36

O diretor do programa espacial iraniano, Hamid Fazeli, anunciou que seu país deve lançar ao espaço um foguete com um macaco a bordo durante a comemoração do 34º aniversário do triunfo da revolução islâmica, celebrado entres os dias 1º e 11 de fevereiro.

Em declarações divulgadas pela agência de notícias iraniana Mehr, o responsável explicou que o lançamento faz parte de um ambicioso projeto nacional que tem como objetivo pôr em órbita um homem em um período que oscila entre cinco e oito anos.

A este respeito, Fazeli esclareceu que já concluíram os testes finais para o lançamento da cápsula com um ser vivo e explicou que "os macacos que serão enviados ao espaço estão em quarentena".

Além disso, detalhou que, com o envio do foguete Pishgam, pode-se revisar a localização do ser humano, a vibração do peso e outras áreas da presença humana no espaço.

Nos anos precedentes, o Irã já lançou ratos, insetos e outras pequenas formas de vida ao espaço como parte de seu projeto.

Fazeli informou que, durante os mesmos dias, também será colocado em órbita outro satélite de pesquisa, que faz parte de um projeto estudantil batizado "Sharif Sat" e que estará no espaço até o final do atual ano persa, que acaba em 21 de março no calendário cristão.

O programa espacial iraniano é visto com suspeita pelas grandes potências uma vez que algumas das aplicações para o lançamento de satélites servem também para melhorar o sistema dos mísseis balísticos.

Mais Tilt