Topo

Robô Curiosity perfura seu segundo alvo em Marte

Em Washington

21/05/2013 12h36

O robô Curiosity perfurou seu segundo alvo em uma rocha marciana para recolher uma amostra que será analisada posteriormente por instrumentos a bordo, informou a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana).

Curiosity fez, em 19 de maio, um buraco de 1,6 cm de diâmetro e 6,6 cm de profundidade em uma rocha batizada de Cumberland, com a ajuda da broca que possui na extremidade de seu braço, explicou o Laboratório de Propulsão a jato (JPL, na sigla em inglês), da Nasa. Os materiais de dentro da rocha serão transferidos para o laboratório do robô nos próximos dias, acrescentou a instituição.

Em 20 de fevereiro, o robô conseguiu recolher a primeira amostra do interior de uma rocha sedimentária fora da Terra. A partir da sua análise, a NASA determinou que Marte já foi um ambiente adequado para a existência de micro-organismos, incluindo água com um PH não tão ácido.

A rocha Cumberland se parece com a primeira rocha em que o Curiosity perfurou uma série de buracos em fevereiro, batizada de John Klein, em memória de um ex-chefe da missão. Cumberland está a 2,75 metros a oeste de John Klein, afirmou o laboratório que comanda a missão.

Missão de dois anos

O robô, que tem seis rodas, pesa 900 quilos e tem 10 instrumentos científicos a bordo, é o mais sofisticado enviado até agora ao planeta vermelho. Curiosity foi enviado em agosto do ano passado para a cratera Gale para ficar por pelo menos dois anos, a fim de determinar se o planeta pode ter abrigado vida no passado. 

Desde a sua chegada, o robô só explorou 700 metros do solo marciano. Mas, em breve, o equipamento partirá para o monte Sharp, que tem 5.500 metros de altura e fica no centro da cratera.

O monte está a oito quilômetros do local onde o robô está agora. Com uma velocidade máxima de 0,15 km/h, Curiosity deve levar vários meses para chegar ao seu destino final.

Mais Tilt