Topo

Asteroide Apophis se aproxima esta quarta-feira da Terra sem trazer riscos

Em Washington

08/01/2013 19h36

O asteroide Apophis, que deve passar raspando pela Terra em 2029 e poderá, eventualmente, atingi-la em 2036, se aproximará do planeta esta quarta-feira a 14,4 milhões de quilômetros de distância, informaram astrônomos.

Em um primeiro momento, os cientistas avaliaram em uma em 45, ou seja 2,2%, as possibilidades de uma colisão catastrófica com a Terra em 2029 deste corpo celeste descoberto em 2004 com 270 metros de diâmetro, o equivalente ao tamanho de três campos de futebol.

No entanto, novos cálculos feitos em 2009 pela Nasa após um sobrevoo perto de Apophis, cujo nome é inspirado em um demônio da mitologia egípcia, pareceu desmentir este risco, prognosticando sua passagem para 13 de abril de 2009 a 22.208 km da Terra. Trata-se da menor distância já observada em tempos modernos.

A probabilidade de que bata na Terra em 2036 é de uma em 250.000, segundo novos cálculos de Steve Chesley e Paul Chodas, do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, em Pasadena (Califórnia), baseados em novas técnicas de análises de dados. Uma estimativa anterior mencionava uma chance em 45.000.

A maior parte dos novos dados que permitiram recalcular a órbita do Apophis provêm das observações efetuadas pelo astrônomo Davi Tholen e sua equipe do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí.

Esta quarta-feira será possível ver Apophis em tempo real pela página Slooh.com a partir da 22h desta quarta (9), acompanhado dos comentários e das respostas às perguntas do público por parte do presidente do Slooh, Patrick Paolucci.

O Slooh possui telescópios nas Ilhas Canárias (Espanha) para fazer estas observações.

Mais Tilt