Investimento da Disney na Epic Games indica que empresa precisa "estar lá"

Por Dawn Chmielewski

(Reuters) - Em 2017, a Epic Games estava entre uma série de empresas selecionadas para participar do programa Accelerator, da Walt Disney, onde o fundador da empresa de jogos tinha a ambição de incorporar os personagens da gigante do entretenimento em seu playground digital.

Agora, a Disney está fazendo uma aposta muito maior que tornará isso possível.

O presidente-executivo da Disney, Bob Iger, anunciou na quarta-feira um investimento de 1,5 bilhão de dólares com o objetivo de permitir que os consumidores interajam com histórias e personagens da Disney, Marvel, Pixar e Star Wars no Fortnite, da Epic, onde 100 milhões de jogadores se reúnem todos os meses.

Foi um reconhecimento da quantidade de tempo de lazer que a Geração Alpha, a Geração Z e a Geração Y dedicam aos videogames.

"Em termos de tempo total de tela em videogames, foi impressionante para mim -- igual ao que eles gastam com TV e filmes", disse Iger durante uma ligação com analistas e investidores após a divulgação dos resultados trimestrais. "E a conclusão a que cheguei foi que temos que estar lá. E temos que estar lá o mais rápido possível de uma forma muito convincente."

O presidente-executivo da Epic, Tim Sweeney, há muito tempo imaginava personagens da Disney povoando o playground digital do Fortnite, de acordo com dois ex-executivos.

"A Disney foi uma das primeiras empresas a acreditar no potencial de unir seus mundos aos nossos no Fortnite", disse Sweeney em um comunicado, acrescentando que a Disney usa a ferramenta de criação de gráficos 3D em tempo real da Epic, a Unreal Engine.

Outras empresas, como a Lego, também estabeleceram parcerias com a Epic.

Continua após a publicidade

O analista do setor de jogos Michael Pachter, da Wedbush, disse que a Disney fracassou várias vezes em desenvolver seus próprios jogos internamente. A empresa teve dificuldades para ganhar dinheiro até mesmo com títulos populares como "Disney Infinity", disse ele, referindo-se a um jogo que incorporava uma ampla coleção de personagens da Disney.

Desde que mudou para um modelo de negócios de licenciamento em 2016, nove franquias de jogos da Disney, incluindo Spider-Man e Kingdom Hearts, geraram mais de 1 bilhão de dólares em receita, disse a Disney.

Pachter chamou o investimento da Disney na Epic Games de "uma ação estratégica realmente inteligente" que é consistente com a abordagem da empresa de ampliar o reconhecimento da marca e proteger sua integridade.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes