PUBLICIDADE
Topo

Hyundai mostra cautela com direção autônoma após acidente do Uber

20/03/2018 12h56

SEUL (Reuters) - A Hyundai informou nesta terça-feira que está cautelosa em relação ao desenvolvimento de veículos autônomos devido a preocupações com segurança após um carro autônomo do Uber atropelar e matar uma mulher nos Estados Unidos.

O acidente no Arizona foi o primeiro caso fatal ligado a veículos autônomos e um potencial baque para a tecnologia que pode transformar o transporte.

Yoon Sung-hoon, diretor da Hyundai, disse que preocupações com a segurança são um fator importante para o desenvolvimento de carros autônomos e que a montadora sul-coreana está "cautelosa em relação à produção em massa de carros autônomos".

"Quando avaliamos outras empresas de veículos, elas tinham padrões de segurança mais relaxados", disse ele a repórteres, acrescentando que a Hyundai está levando mais tempo que rivais para desenvolver tecnologia autônoma para garantir segurança.

"Ninguém sabe sob quais circunstâncias os acidentes acontecerão".

A Hyundai, que tem avançado lentamente no setor, planeja vender veículos autônomos nível 4, que podem operar sem entrada ou supervisão humana sob determinadas condições, até 2021.

(Por Hyunjoo Jin)