PUBLICIDADE
Topo

Qualcomm não apresentou concessões na oferta à NXP, dizem reguladores

02/06/2017 17h09

BRUXELAS (Reuters) - A fabricante norte-americana de chips para celulares Qualcomm não ofereceu concessões até agora na oferta de 38 bilhões de dólares para comprar a NXP Semiconductors, disseram reguladores antitruste da União Europeia nesta sexta-feira, elevando o risco de estender a análise do negócio.

A Qualcomm, que fornece chips para a Apple, tinha até 1º junho para propor concessões para dissipar possíveis preocupações com concorrência sobre o maior negócio da indústria de semicondutores.

A autoridade de competição da UE conclui em 9 de junho a revisão preliminar do acordo. O órgão pode aprovar o negócio sem restrições ou estender a análise por até quatro meses.

Rivais pediram à Comissão Europeia para garantir que possam usar a tecnologia da NXP, conhecida como Mifare, uma vez que o acordo seja firmado, disseram pessoas a par do assunto.

A tecnologia está integrada em cartões de acesso de edifícios e transportes públicos, bem como em celulares dobráveis. Os competidores também querem que a Qualcomm concorde com práticas justas de licenciamento, disseram.

(Por Foo Yun Chee)