PUBLICIDADE
Topo

Homenagem póstuma: Steve Jobs receberá Medalha da Liberdade dos EUA

Steve Jobs foi escolhido para receber a mais alta honraria civil da Casa Branca - Reprodução
Steve Jobs foi escolhido para receber a mais alta honraria civil da Casa Branca Imagem: Reprodução

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt, em São Paulo

01/07/2022 16h27

O governo dos Estados Unidos divulgou hoje (1º) a lista dos homenageados com a Medalha Presidencial da Liberdade em 2022. Entre os 17 cidadãos norte-americanos selecionados está Steve Jobs, falecido fundador e CEO da Apple.

A Medalha Presidencial da Liberdade é a mais alta honraria que um civil pode receber da Casa Branca.

Elas serão entregues pelo presidente Joe Biden na próxima quinta-feira (7), para 17 pessoas que "fizeram contribuições exemplares para a prosperidade, valores ou segurança dos Estados Unidos, paz mundial ou outra sociedade significativa, empreendimentos públicos ou privados", disse o governo em um comunicado.

Provavelmente, Jobs será representado na cerimônia por sua viúva, Laurene Powell-Jobs. A lista completa (veja aqui, em inglês) inclui nomes como a ginasta olímpica Simone Biles, a jogadora de futebol Megan Rapinoe, o ator Denzel Washington e o também falecido político John McCain.

"Steve Jobs foi cofundador, executivo-chefe e presidente da Apple, CEO da Pixar e ocupou um papel de liderança na Walt Disney Company", escreveu a Casa Branca sobre a homenagem póstuma. "Sua visão, imaginação e criatividade levaram a invenções que mudaram e continuam a mudar a maneira como o mundo se comunica, além de transformar as indústrias de computadores, música, cinema e wireless."

Legado inesquecível

Jobs fundou a Apple, hoje uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, em abril de 1976. Considerado um visionário, esteve por trás do lançamento dos mais icônicos produtos da marca, que revolucionaram o mercado, como o primeiro Mac, o iPod e o iPhone.

O anúncio da medalha, inclusive, chega na semana que marca o 15º aniversário do iPhone original, apresentado para o mundo em julho de 2007.

Jobs morreu em 5 de outubro de 2011, em decorrência de um câncer no pâncreas que combatia desde 2003.

Em 2012, recebeu o prêmio Edison Lifetime Achievement Award, pelo "desenvolvimento bem-sucedido e lançamento de novos produtos e serviços revolucionários" e sua "contribuição duradoura para a inovação". Em 2013, foi homenageado com um Disney Legends, por sua colaboração para o legado da empresa.