PUBLICIDADE
Topo

Basquete e corda: astronautas dão duro no treino após volta do espaço

O astronauta Thomas Pesquet tocou saxofone na ISS durante a cerimônia de encerramento das Olimpíadas de Tóquio - Reprodução/Comitê Olímpico Internacional
O astronauta Thomas Pesquet tocou saxofone na ISS durante a cerimônia de encerramento das Olimpíadas de Tóquio Imagem: Reprodução/Comitê Olímpico Internacional

Adriano Ferreira

Colaboração para Tilt*, em Florianópolis

17/11/2021 04h00

O preparo para uma missão espacial exige meses de estudos, treinos físicos e testes mentais. Mas os astronautas não têm descanso nem mesmo quando chegam em Terra firme. Para readaptar o corpo ao ambiente terrestre, é preciso fazer uma série de exercícios. Alguns deles envolvem até jogadas de basquete e uso de cordas.

Na segunda-feira (15), uma publicação na internet feita pelo astronauta francês Thomas Pesquet, um dos quatro tripulantes da missão Crew-2, da Space-X, viralizou mostrando parte dessa rotina de adaptação. Ele passou seis meses vivendo e fazendo pesquisas na na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). A chegada na Terra ocorreu no começo da semana passada.

Em uma postagem em sua conta do Twitter, é possível conferir os movimentos de jogadas de basquete que o astronauta realiza quando corre e passa por alguns pequenos obstáculos com o objetivo de recuperar o equilíbrio e a força.

"Os exercícios que pareciam simples antes da missão não são tão fáceis depois", descreveu Pesquet. O vídeo foi gravado nas instalações da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) na França.

Em mais uma postagem, é possível assistir a um vídeo em que o astronauta aparece executando um exercício com corda e pequenos passos, também para recuperar o equilíbrio e testar a coordenação motora.

Além de exercícios físicos por algumas horas no dia, a reabilitação dos viajantes espaciais também consiste em tomar suplementos nutricionais.

Existe ainda um acompanhamento das reações dos astronautas por médicos que fazem diversos exames como coleta de sangue, avaliações médicas, eletrocardiograma, ressonância magnética e/ou testes de estresse, para avaliar os estados de saúde de cada viajante, segundo informações publicadas pela agência espacial ESA.

Para as mulheres na pós-menopausa, é preciso de medicação prescrita para evitar danos de perda óssea.

O que acontece com o corpo humano no espaço

Por causa das condições físicas de microgravidade e do longo período em que os astronautas passam fora do planeta, algumas mudanças acontecem no corpo, como a redução de densidade óssea e massa muscular.

Durante a viagem espacial, a tripulação faz o uso de diferentes equipamentos — dentro do possível— para manter atividades físicas e a saúde em dia, mas, ainda assim, acontece uma deterioração inevitável, conforme destacou o astronauta Pesquet.

Algumas consequências incomuns ainda podem ocorrer quando uma pessoa retorna à atração gravitacional da Terra, como foi o caso do astronauta canadense Chris Hadfield, que passou a sentir um peso nos lábios e na língua depois chegar em terra firme.

"Não tinha percebido que havia aprendido a falar com uma língua 'sem peso'", chegou a dizer Hadfield sobre o ocorrido. Foi preciso um processo de readaptação dessa parte de seu corpo para recuperar o seu estado original.

*Com informações de matérias publicadas nos site canadense CBC