PUBLICIDADE
Topo

Hyperloop: vídeo mostra como será viajar em cápsula super-rápida no futuro

Vídeo conceitual mostra interior da cabine do Virgin Hyperloop - Reprodução/Virgin
Vídeo conceitual mostra interior da cabine do Virgin Hyperloop Imagem: Reprodução/Virgin

Vinicius de Oliveira

Colaboração para Tilt

28/01/2021 15h50

A empresa Virgin Hyperloop divulgou nessa quarta-feira (27) detalhes de como será a experiência de seus passageiros se deslocando dentro de cápsulas de alta velocidade. A expectativa é que elas entrem em funcionamento a partir de 2030.

As cenas conceituais mostram situações práticas como o momento em que as reservas de passagens são feitas e a espera nas plataformas para embarque. Além disso, exibe imagens de dentro da cápsula-cabine e as opções de trajeto, por cima ou por baixo da terra.

O vídeo começa mostrando uma estação da Hyperloop, que poderá ser acessada de carro ou a pé.

No canto direito, uma imagem simula a compra de uma passagem em um aplicativo, mostrando o tempo que levará para o próximo trem sair. Na hora da reserva, também será definido o portão de embarque e o assento — =parecido com o que é feito hoje em viagens de avião.

Após passar por procedimentos padrão de embarque, o passageiro deve se dirigir ao portão para entrar em uma das cápsulas pressurizadas. A gravação mostra como será a disposição dos assentos e algumas comodidades, como sistema de indução para carregar celulares e wi-fi.

O trem em formato de cápsula viaja a uma velocidade de até 800 km/h, em um sistema de tubos, sem paradas até o destino final. É possível ver o tempo estimado para a chegada dentro do veículo.

A Virgin Hyperloop diz que o sistema será tão estável que passageiros não precisarão usar cintos de segurança, mesmo em alta velocidade.

Em novembro de 2020, a empresa fez o primeiro teste com passageiros do seu sistema de locomoção. Ele foi realizado em uma pista de 500 metros, construída no deserto de Nevada (EUA), e registrado em vídeo. Na ocasião, a velocidade da cápsula chegou a 172 km/h.

Atualmente, a Virgin Hyperloop trabalha para desenvolver cápsulas que possam transportar até 28 pessoas, usando propulsão elétrica e levitação magnética em um ambiente a vácuo.