PUBLICIDADE
Topo

O jovem russo que virou 'inteligência artificial' e se comunica com amigos após a morte

19/01/2021 08h44

Roman Mazurenko era considerado como a alma da revolução criativa de Moscou, na Rússia. Ele morreu de repente, aos 34 anos, após ser atropelado por um carro ao atravessar a rua em novembro de 2015. Mas seus amigos não estavam prontos para deixá-lo partir.

Eles construíram um bot inspirado nele, um robô virtual usado para simular ações humanas, como conversar, por exemplo. Para isso, usaram mensagens enviadas por Roman em vida - o robô por vezes a repete, em outras cria respostas baseadas na forma como o jovem escrevia.

"A primeira vez que falei com o bot, comecei a conversar com o Roman e ele começou a responder, eu caí no choro", conta o amigo Dima Pyanov.

Os jovens dizem que sofreram críticas, mas que colocaram em prática desejos que Roman expressou em vida. E que, com isso, conseguiram tocar outras pessoas, além de abordar o tabu da morte e do luto - algo que Roman gostaria de ter feito e, no fim, acabou fazendo.

"Ele nos deu tanto... Como podemos ser tão ingratos a ponto de só enterrá-lo e tentar esquecer o mais rápido possível?", diz Eugenia Kuyda, amiga de Roman e criadora do bot.

Confira no vídeo.