PUBLICIDADE
Topo

Melhores de 2019: veja os smartphones mais legais com preço até R$ 3.000

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Wellington Arruda

Colaboração para Tilt

17/12/2019 04h00

É fim de ano, décimo-terceiro salário chegando para muita gente e este pode ser um momento para comprar um celular melhor. A faixa dos modelos que custam de R$ 1.500 a R$ 3.000 é bem ampla, indo desde intermediários de ponta lançados neste ano até smartphones premium que baratearam um pouco.

Tilt escolheu cinco smartphones de grande destaque de 2019 com preços que chegam até esse limite, de diferentes fabricantes e com funções distintas. Alguns até podem ter sido lançados no Brasil acima do valor que estipulamos aqui, mas hoje já são encontrados por valores mais em conta.

Aqui já conseguimos ver modelos com recursos diferenciados, como câmeras que são ao mesmo tempo traseiras e frontais; ou uma tela bem grande e confortáveis em um celular com corpo menor que a média atual.

Se por acaso você estiver disposto a gastar menos que isso em um novo smartphone, também vale conferir nossas outras listas com smartphones de 2019 até R$ 1.000 e R$ 1.500.

Zenfone 6 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Zenfone 6

Em 2019, a Asus reformulou sua linha de smartphones e sua principal linha não trouxe versões específicas como "Zenfone Selfie" ou "Power". Está tudo embutido em um único aparelho, o Zenfone 6.

Ainda existem alguns pontos que podem ser levados em consideração, como a bateria mais limitada, falta de proteção contra água e o tamanho desconfortável do celular de tão grande.

Mas o Zenfone 6 traz especificações fortes para brigar com celulares top de linha e seu desempenho é muito bom. Além disso, o aparelho tem forte apelo para câmeras e design inovador. Na frente a tela ocupa quase tudo, já que a câmera fica em um módulo motorizado que gira ao alternar entre o modo comum e a selfie. Isso faz com que os sensores principais também sejam usados para melhorar seus autorretratos.

Desde que a Asus disponibilizou o aparelho por aqui, em outubro, seu preço se manteve estável em R$ 2.699*.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,4 polegadas (2340 x 1080 pixels)
  • Sistema operacional: Android 9.0
  • Processador: Snapdragon 855 (2,84 GHz)
  • Memória: 64 GB/128 GB/256 GB/512 GB de armazenamento; e 6 GB/8 GB/12 GB de RAM
  • Câmeras: traseira e frontal 48 MP + 13 MP (grande angular)
  • Bateria: 5.000 mAh

Galaxy S10e - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Galaxy S10e

Por mais que seja o Galaxy S10 mais em conta, o Galaxy S10e ainda é um top de linha. Ele ganha destaque em relação a outros da mesma faixa pelo tamanho reduzido, peso leve e ótima ergonomia ao ser utilizado.

A tela do smartphone traz um entalhe circular para a lente da câmera frontal, que fica no canto superior direito. Ela não ocupa muito espaço e certamente incomoda menos do que o tradicional entalhe no topo da tela, como o do iPhone 11.

Por outro lado, ele é o aparelho dessa linha com bateria de menor duração. Um pouco da inovação da linha Galaxy S10 também ficou de fora, como o leitor biométrico que vem na lateral e não sob a tela, como no S10 e S10+.

O S10e traz o sistema de carregamento por indução —isto é, não precisa de se conectar a um cabo para carregar— tem potência para rodar tanto aplicativos quanto jogos pesados e suas câmeras (dupla atrás, única na frente) são boas e com suporte de inteligência artificial (uma delas é grande angular, inclusive).

No lançamento ele chegou por R$ 4.299, mas hoje já pode ser encontrado por R$ 2.169*.

Ficha técnica:

  • Tela: 5,8 polegadas Amoled Dinâmico (2280 x 1080p)
  • Sistema Operacional: Android 9
  • Processador: Exynos 9820 Octa-core (2,73 GHz)
  • Memória: 128 GB de armazenamento (aceita cartão microSD); 6 GB de RAM
  • Câmeras: 12 + 16 MP (ultrawide) no S10e; e 8 MP (frontal)
  • Bateria: 3.100 mAh

Mi 9 SE - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Xiaomi Mi 9 SE

Outro smartphone de tamanho compacto lançado em 2019 é o Mi 9 SE, da Xiaomi. A marca, também em 2019, voltou a comercializar seus produtos aqui no Brasil e já inaugurou até mesmo uma segunda loja física.

Com o Mi 9 SE, a fabricante chinesa apostou forte em um design imponente mas não deixou de lado bons recursos. Além de contar com inteligência artificial para ajustar a luz de acordo com os objetos, a sua câmera tripla alterna entre os modos grande angular e teleobjetiva (com zoom) e a tela é de boa qualidade, com cores vivas.

O desempenho também é forte o suficiente para aguentar bons games e apps de produtividade. Mas, tenha em mente que não há como expandir o armazenamento interno do celular via cartão microSD, então escolha bem qual versão comprar.

Por aqui, o preço de lançamento do aparelho foi de R$ 3.299, mas hoje você pode encontrá-lo na faixa dos R$ 1.800*.

Ficha técnica:

  • Tela: 5,97 polegadas Super Amoled (2340 x 1080p)
  • Sistema Operacional: Android 9
  • Processador: Snapdragon 712 Octa-core (2,3 GHz)
  • Memória: 64 GB de armazenamento; 6 GB de RAM
  • Câmeras: 48 MP + 8 MP (telefoto) + 13 MP (ultrawide); e 20 MP (frontal)
  • Bateria: 3.070 mAh

Galaxy A80 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Galaxy A80

Quando disse que passaria a trazer novas tecnologias primeiro para celulares intermediários e intermediários premium, a Samsung não estava de brincadeira. Assim como no Zenfone 6, o Galaxy A80 tem câmeras motorizadas que giram quando o corpo do celular desliza.

Isso significa que ele tem uma tela muito confortável para assistir filmes e vídeos (sem nenhum entalhe), mas isso também torna o celular enorme. Se você é do tipo que prefere consumir conteúdo multimídia, certamente gostará do formato deste aparelho.

O seu desempenho não chega a ser dos melhores dessa lista, mas ele se sai muito bem na maioria das atividades. Já a autonomia de bateria fica apenas na média de um dia de uso.

Dois grandes pontos positivos são o design e as câmeras. Você pode usá-las tanto na traseira quanto na frontal, já que o módulo gira. Ele faz um belo trabalho reconhecendo objetos e cenas, mas ainda peca na estabilização ou em cenários de baixa luz.

O Galaxy A80 é realmente um celular inovador. Mas seu preço de lançamento em julho, de R$ 3.499, deve ter assustado na época. Se você está de olho nele, saiba que atualmente pode encontrá-lo por R$ 1.899*.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,7 polegadas Super Amoled (2400 x 1080 p)
  • Sistema Operacional: Android 9
  • Processador: Snapdragon 730 Octa-core (2,2 GHz)
  • Memória: 128 GB de armazenamento; 8 GB de RAM
  • Câmeras: 48 + 8 MP (ultrawide) + Time of Flight 3D
  • Bateria: 3.700 mAh

Motorola One Hyper - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Motorola One Hyper

Também em 2019, a Motorola decidiu que era hora de explorar mais a linha One. O Motorola One Hyper foi lançado no comecinho de dezembro e foge um pouco do molde tradicional dos seus irmãos da mesma linha.

Isso porque ele é o único dessa linha que aceita carregamento rápido de 45 W e que já chega com Android 10 instalado. Mas, desta lista de celulares que custam ate R$ 3.000, ele é o que tem o processador menos potente.

O que mais chama atenção no aparelho é que sua tela também não tem nenhum entalhe —o terceiro desta lista com esta característica. O módulo para a câmera frontal é no formato pop-up, não giratório, e esconde um sensor que promete fazer selfies bem detalhadas. Inclusive, o Hyper pode fazer fotos legais em lugares com baixa iluminação graças a um modo noturno.

Vale notar que a tecnologia de sua tela é inferior a de aparelhos como o Galaxy A80, S10e ou Mi 9 SE —estes têm telas Amoled, enquanto o One Hyper usa LDC, considerado um pouco inferior em brilho.

Como ele acabou de chegar no mercado, o preço de lançamento de R$ 2.499* ainda pode ser encontrado na grande maioria das lojas.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,5 polegadas IPS LCD (2340 x 1080p)
  • Sistema Operacional: Android 10 (One)
  • Processador: Snapdragon 675 Octa-core (2,0 GHz)
  • Memória: 128 GB de armazenamento; 4 GB de RAM
  • Câmeras: 64 + 8 MP (ultrawide); e 32 MP frontal
  • Bateria: 4.000 mAh

Veredito

Os cinco celulares vistos aqui trazem muito em comum: câmeras diferentonas, telas com pouco ou nenhum entalhe e desempenho bastante ágil. E tudo por preços um pouco salgados para a maioria das pessoas. É por isso que nossas escolhas seriam um dos menos caros: o Galaxy A80, que por R$ 1.900 parece uma opção promissora a longo prazo. O Galaxy S10e por R$ 2.169 também não está nada mal e é uma ótima pedida para quem não gosta de celular gigante na mão.

Os modelos da Xiaomi, Motorola e Asus também são bons, mas o primeiro peca pela falta de slot para microSD, e os outros dois ainda estão com preços um pouco altos, já que foram lançados no quarto trimestre.

* Preços consultados em 12/12/2019 no Shopping UOL.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS