Topo

Black Friday 2019: veja detalhes dos celulares que custam até R$ 3.000

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Wellington Arruda

Colaboração para Tilt

27/11/2019 04h00

Quem consegue juntar um pouco mais de grana para comprar um smartphone provavelmente mira na categoria premium, mas ao lidar com a realidade de preço, pode acabar recuando um pouco. E é aí que entram os modelos intermediários-premium. Eles ficam na faixa entre R$ 1.500 e R$ 3 mil e conseguem fazer quase tudo que os tops de linha fazem, mas por algumas centenas de reais a menos.

Nesta faixa também costumamos encontrar espécimes interessantes: os celulares premium lançados no ano passado, que apesar do tempo, ainda "dão no couro" com ótimo desempenho, câmera, design etc.

Desde o início do mês, estamos monitorando preços de diversos modelos e marcas para trazer uma seleção dos que mais tiveram variações. Assim, conseguimos listar celulares para muitos gostos: focado em produtividade, tirar fotos ou mesmo assistir conteúdo multimídia.

Divulgação
Imagem: Divulgação

Zenfone 6

Neste ano, a Asus inovou na sua linha de smartphones trazendo o Zenfone 6, um modelo com câmera flip —giratória, isto é, sua câmera traseira também serve para selfies— e preço mais atraente.

A proposta da marca foi engenhosa: para ter muito mais aproveitamento de tela (quase 100%), foi preciso adotar um novo sistema para as câmeras. Daí a ideia de trazer a lente traseira para um módulo que fica acima do corpo do celular. Além disso, a qualidade de imagem da câmera traseira é mantida nas selfies.

O Zenfone 6 também se destaca na tela e em desempenho. Seu hardware, equiparável com outros modelos top de linha, fornece desempenho para rodar jogos e aplicativos pesados. Além disso, o design foge da obviedade e graças à câmera giratória, manteve a tela longe de entalhes —usados para manter as lentes frontais.

O preço de lançamento da versão de base do Zenfone 6 é R$ 2.699. Nos últimos dias, Tilt apurou que o preço do smartphone se manteve estável neste mesmo valor.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,4 polegadas (2340 x 1080 pixels)
  • Sistema operacional: Android 9.0
  • Processador: Snapdragon 855 (2,84 GHz)
  • Memória: 64 GB/128 GB/256 GB/512 GB de armazenamento; e 6 GB/6 GB/8 GB/12 GB de RAM
  • Câmeras: traseira e frontal 48 MP + 13 MP (grande angular)
  • Bateria: 5.000 mAh

Divulgação
Imagem: Divulgação

Galaxy S9+

Sem diferenças gritantes em relação ao Galaxy S8, o S9+ introduziu a câmera com lente variável no mercado. Ela é capaz de se ajustar fisicamente tanto em ambientes mais escuros quanto nos claros, abrindo e fechando a abertura de luz mecanicamente.

A câmera secundária do S9+ tem a capacidade de zoom óptico de 2X, enquanto as selfies também garantem boa qualidade, mesmo com apenas um sensor.

Se no S8 a Samsung introduziu o "Display Infinito", no S9+ ele se expandiu. A tela é grande e traz ótima qualidade, garantindo que vídeos, filmes e séries sejam reproduzidos com cores bem precisas.

No S9+, a Samsung também usou pela última vez (até então) o seu leitor de íris, além de um sensor para impressões digitais como uma peça separada —no S10, ele fica por baixo da tela. O corpo do celular também garante solidez, mesmo sendo em vidro, e conta com proteção contra água e/ou poeira (IP68). E, tratando-se de um smartphone top de linha, seu desempenho também segue muito eficaz para jogos, aplicativos e multitarefa.

No lançamento, a Samsung estipulou o preço deste aparelho em R$ 4.899. Porém, nos últimos dias, acompanhamos a flutuação de mercado e ele chegou a R$ 1.879. Atualmente, o preço do S9+ fica na casa dos R$ 2.399.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,2 polegadas Super Amoled
  • Sistema operacional: Android 9.0
  • Processador: Snapdragon 845 octa-core (2,8 GHz)
  • Memória: 128 GB de armazenamento e 6 GB de RAM
  • Câmeras: traseira dupla (12 MP) e frontal (8 MP)
  • Bateria: 3.500 mAh

Divulgação
Imagem: Divulgação

iPhone 8 e 8 Plus

O iPhone 8 e sua versão maior, o 8 Plus, foram os últimos da geração com o leitor biométrico Touch ID, que reconhece a digital em um sensor abaixo da tela. O 8 comum não tem um visor gigante em relação ao corpo, mas seu apelo é bom para quem pretende comprar um smartphone da Apple nesta Black Friday.

Ele tem câmeras ótimas, mas apenas a versão Plus tem zoom óptico de 2x e o Modo Retrato, que deixa o fundo desfocado. Isso acontece porque o iPhone 8 Plus é o único dessa linha com duas câmeras na traseira.

A versão maior também é a mais recomendada para quem busca mais bateria. Se você é do tipo moderado e ainda prefere um celular menor, o iPhone 8 comum é mais recomendado.

Falando de desempenho, há um quase empate entre eles, já que o 8 Plus tem 1 GB a mais de RAM. Mas, no geral, ambos rodam tanto jogos quanto aplicativos pesados com a mesma fluidez.

Para quem procura um iPhone, mas não quer gastar mais de R$ 3 mil, os dois podem ser ótimas opções. Inclusive, eles também trazem como extras a certificação contra água (IP67) e o carregamento por indução.

No lançamento, respectivamente, iPhone 8 e 8 Plus custavam R$ 3.999 e R$ 4.599. Acompanhamos seus preços e vimos eles chegarem em R$ 2.199 (8) e R$ 2.804,15 (8 Plus).

Atualmente, o iPhone 8 pode ser encontrado por R$ 2.375,12, enquanto o 8 Plus sai por R$ 2.815,12.

Ficha técnica (iPhone 8 / iPhone 8 Plus):

  • Tela: 4,7 e 5,5 polegadas IPS LCD
  • Sistema Operacional: iOS 13
  • Processador: Apple A11 (2,39 GHz)
  • Memória: 64/128 GB de armazenamento; 2 GB e 3 GB de RAM;
  • Câmeras: 12 MP (dupla de 12 MP no 8 Plus) e frontal de 7 MP;
  • Bateria: 1.821 mAh e 2.691 mAh

Divulgação
Imagem: Divulgação

Galaxy S10 e S10e

Lançados no começo deste ano, os smartphones top de linha da Samsung trazem uma série de melhorias. O design deles está bem diferente e com entalhe circular na tela. Mesmo que eles tenham tamanhos diferentes, ainda se encaixam muito bem na mão e têm ótima qualidade.

Se você prefere uma tela maior, o Galaxy S10 (modelo padrão) é mais recomendado. Se você prefere um celular um pouco menor, pode ir com o S10e. Mas, além do tamanho, eles trazem algumas outras diferenças:

  • O S10 tem leitor biométrico na tela, e o S10e na lateral;
  • A bateria é ligeiramente maior no S10;
  • O S10 tem três câmeras, contra duas do S10e (ambos com lente ultrawide);
  • No desempenho, o S10 comum ganha por ter 2 GB a mais de RAM

Já as semelhanças são:

  • Os dois têm corpo com resistência à água (IP68);
  • A câmera de selfies é a mesma;
  • Ambos têm carregamento por indução ("sem fio").

No lançamento, Galaxy S10 e Galaxy S10e custavam, respectivamente, R$ 4.999 e R$ 4.299 nas versões de base. Também respectivamente, nos dias em que acompanhamos os preços, eles chegaram a custar R$ 2.799 e R$ 2.249, que inclusive é o preço atual do S10e. Atualmente, você encontra o Galaxy S10 na faixa dos R$ 2.999.

Ficha técnica (Galaxy S10 / Galaxy S10e):

  • Tela: 6,1 e 5,8 polegadas Amoled Dinâmico (3040 x 1440p e 2280 x 1080p)
  • Sistema operacional: Android 9
  • Processador: Exynos 9820 Octa-core (2,73 GHz)
  • Memória: 128 GB de armazenamento (aceita cartão microSD); e 8 GB e 6 GB de RAM
  • Câmeras: Dupla de 12 MP + 16 MP (ultrawide) no S10; e 12 + 16 MP (ultrawide) no S10e; e 8 MP (frontal)
  • Bateria: 3.400 mAh e 3.100 mAh

Divulgação
Imagem: Divulgação

Galaxy Note 8

Lançado em 2017, o Galaxy Note 8 já segue o padrão do "Display Infinito", mesmo que com mais bordas. E seu desempenho ainda é bom o suficiente para agradar quem trabalha com o celular.

Quando foi lançado, ele obteve o selo de melhor tela para celulares (pela DisplayMate). Isso também impacta quem prefere jogos, já que seu desempenho ainda aguenta títulos recentes.

Ele tem duas câmeras e recursos como o de zoom óptico de 2X e para fotos com o modo retrato, que dá aquele efeito estiloso no fundo da foto. A sua bateria rende um dia inteiro em uso —tendo em vista que ele foi lançado depois do Note 7, que causou polêmica com suas baterias explosivas, foi um belo avanço.

E, claro, não podemos deixar de falar da S Pen. Há quem goste da canetinha, há quem não goste. Mas ela pode ser um diferencial bacana na hora de escolher um celular pensando na produtividade.

No lançamento, o aparelho teve seu preço colocado na faixa de R$ 4.400. Durante nosso monitoramento, o preço mais baixo que encontramos foi de R$ 2.815,12, enquanto o atual está em R$ 2.879,10.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,3 polegadas Super Amoled QHD+ (1440 x 2960 pixels)
  • Sistema operacional: Android 9
  • Processador: Exynos 8895 Octa-core (2,3 GHz)
  • Memória: 64/128 GB de armazenamento (aceita cartão microSD) e 6 GB de RAM
  • Câmeras: Dupla de 12 MP (principal) e 8 MP (frontal)
  • Bateria: 3.300 mAh

Qual comprar?

Como essa faixa é para pessoas um pouco mais exigentes, geralmente os modelos da Apple e Samsung —que têm tradição e excelência em smartphones mais potentes— são as preferências imediatas. Dito isso, a aposta mais evidente é o Galaxy S10e por R$ 2.249. Apesar de ter a menor tela da linha S10, suas especificações são excelentes e seu preço está bem em conta.

Se você é da turma da Apple, é claro que o iPhone 8 é tentador por ser mais barato, mas o 8 Plus tem tela e bateria maiores, então talvez valha a pena desembolsar um pouco mais por ele. O Galaxy Note 8 a essa altura só vale se você curtir o uso da caneta S Pen. E correndo por fora, o Zenfone 6 é uma opção bem "disruptiva", mas por ser um modelo bem recente, seu preço ainda está um pouco alto e pode abaixar um pouco mais depois do Natal.

Outras opções

Nem todos os celulares desta faixa de preço foram monitorados pela reportagem ao longo de novembro. Mas durante a pesquisa, encontramos modelos que ficaram com bons preços em comparação aos seus respectivos preços de lançamento. Confira nossas "menções honrosas".

  • LG G7 ThinQ: lançado por R$ 3.999, o G7 ThinQ é um celular com ótima qualidade de som e boas especificações, e com preço mais volátil: R$ 1.327, atualmente.
  • Xiaomi Mi 9: design bonito, boas câmeras, muita bateria e ótimas especificações. Estas são as vantagens do Mi 9. Ele chegou por R$ 4.299, mas pode ser encontrado por R$ 1.948,80.
  • Galaxy A70: Quer um celular com tela muito grande para assistir filmes, vídeos, séries, jogar e muito mais? O A70 está custando R$ 1.629, e foi lançado por R$ 2.499.
* Preços pesquisados no Shopping UOL entre 4 e 26 de novembro de 2019; e estão aqui na modalidade à vista, com eventuais descontos em relação ao preço parcelado

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Smartphone