Topo

Xiaomi Mi 9T chega ao Brasil; por que queremos este celular chinês?

Xiaomi Mi 9T tem acabamento arrojado na traseira - Divulgação
Xiaomi Mi 9T tem acabamento arrojado na traseira Imagem: Divulgação

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

09/08/2019 07h00Atualizada em 11/08/2019 14h24

Resumo da notícia

  • Câmera frontal do smartphone fica escondida e aparece quando é acionada
  • Frente do celular da Xiaomi é 91,9% ocupada pela tela, graças às discretas bordas
  • Câmera traseira é tripla e funciona com ajuda de inteligência artificial

O Mi 9T, novo celular da chinesa Xiaomi, chega neste sábado (10) ao Brasil. Parte do portfólio de modelos mais avançados da marca, o smartphone estará à venda por R$ 3.499 na loja no Shopping Ibirapuera, em São Paulo. Mas por que queremos este modelo? Por conta das câmeras, principalmente uma curiosa câmera pop-up para selfies.

A novidade é a primeira revelada pela Xiaomi para o mercado brasileiro desde que a loja em São Paulo foi inaugurada no início de junho - até o momento, é o único ponto comercial da marca no país.

Com esse preço, o Mi 9T chega para bater de frente com o recém-lançado Galaxy A80, da Samsung. O preço é o mesmo e os atrativos são semelhantes. Enquanto o A80 tem uma única câmera que gira da parte de trás para frente, a câmera frontal do smartphone da Xiaomi entra e sai do topo do celular.

Esta é a câmera pop-up do Mi 9T - Divulgação
Esta é a câmera pop-up do Mi 9T
Imagem: Divulgação

A empresa chinesa deu o nome de câmera pop-up: ela tem 20 MP e é capaz de tirar fotos panorâmicas: dá para incluir a galera na imagem sem precisar de um pau de selfie.

O recurso é discreto e casa com perfeição com o design do celular, ficando quase imperceptível antes de você abrir a câmera e selecionar o modo de selfies. De quebra, você pode personalizar o som que o celular faz quando a câmera aparece.

Já que a câmera frontal não ocupa um espaço na tela, como é com todos os celulares disponíveis no Brasil, exceto o A80, o Mi 9T otimiza da área do seu display, que ocupa 91,9% da parte da frente do smartphone. As bordas são bem discretas, sendo que a maior delas fica na parte inferior.

A tela tem 6,39 polegadas, praticamente o mesmo tamanho que o do Galaxy Note 9. A diferença é que o Mi 9T é menor, já que ele precisa de menos espaço para ter uma tela desse tamanho, uma consequência da proporção citada no parágrafo anterior. Quer mais informações? Ela tem tecnologia Amoled e é Full HD+.

Mi 9T tem câmera tripla e frente com pouquíssimas bordas - Divulgação
Mi 9T tem câmera tripla e frente com pouquíssimas bordas
Imagem: Divulgação

Câmera tripla de 48 MP, bateria e mais

Enquanto a câmera para selfies do Mi 9T tem 20 MP, um dos três sensores da câmera principal mais do que dobra isso. O celular vem equipado com um trio que conta com uma teleobjetiva de 8 MP, uma grande angular de 13 MP e o sensor da Sony de 48 MP.

Com inteligência artificial, a câmera principal tem recursos para estabilização de fotos noturnas e para correções de distorções que ocorrem quando você tira aquelas fotos mais panorâmicas.

A bateria do Mi 9T também merece destaque, pois tem capacidade para 4.000 mAh --ponto para o celular da Xiaomi na disputa com o A80. O smartphone ainda tem um sensor de digital óptico localizado sob a tela, mais avançado do que o presente em aparelhos anteriores da marca, recurso que ajuda o design do aparelho ficar ainda mais "limpo".

Ficha técnica: Xiaomi Mi 9T

  • Tela: 6,39 polegadas (FHD+ e Amoled)
  • Processador: Qualcomm SnapdragonTM 730 (2.2 GHz)
  • Sistema operacional: Android 9.0 MIUI 10 Pie
  • Memória: 6 GB de RAM, 64 GB de armazenamento
  • Câmera frontal: 20 MP
  • Câmera traseira: 48 MP, 13 MP (grande angular) e 8 MP (teleobjetiva)
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Dimensões e peso: 156,7 x 74,3 x 8,8 mm e 191 gramas
  • Cores: preto, vermelho e azul
  • Preço: R$ 3.499

Mais Smartphone