PUBLICIDADE
Topo

Ops! Migração de servidor faz MySpace perder 12 anos de conteúdo

Rede social "pré-histórica" perdeu boa parte daquilo que fazia dela diferente - Reprodução
Rede social "pré-histórica" perdeu boa parte daquilo que fazia dela diferente Imagem: Reprodução

Rodrigo Lara

Colaboração ao UOL, em São Paulo

18/03/2019 18h46

Há pouco mais de uma década, a rede social MySpace cumpria uma função que, de certa maneira, acabou sendo assumida pelo Facebook: era nela que usuários de internet interagiam entre si, produziam conteúdo e publicavam fotos e vídeos.

Para termos uma noção do tamanho desta rede, em 2006 ele chegou a ultrapassar o Google como site mais acessado dos Estados Unidos.

Além desse aspecto social, o MySpace também contribuía como meio de divulgação de músicas por bandas novatas. O site chegou até mesmo a ter uma gravadora, a MySpace Records. Bandas como Arctic Monkeys e Drop Dead, assim como artistas do calibre de Lily Allen, ficaram famosos por meio do site. Em 2014, já longe do auge, a página contava com mais de 53 milhões de músicas de 14,2 milhões de artistas.

Sim, contava: uma migração de servidor - ao menos é o que empresa afirma - fez com que fotos, vídeos e músicas publicadas no site entre 2003 e 2015 simplesmente sumisse.

Em um comunicado à BBC, a empresa foi sucinta: "Como resultado de um projeto de migração de servidor, qualquer foto, vídeo ou arquivos de áudio que você subiu no site há mais de três anos pode não estar mais disponível no ou do MySpace".

"Nós pedimos desculpa pelo inconveniente", encerra o comunicado.

O problema com a reprodução de conteúdo - especialmente músicas - no site não vêm de hoje. Há pouco mais de um ano, usuários relatavam que não conseguiam ouvir músicas mais antigas no site. Na ocasião, o MySpace não citou nenhuma migração de conteúdo, limitando-se apenas a dizer que enfrentava "problemas técnicos".

Da mesma maneira, a empresa não comentou a possibilidade do conteúdo indisponível ser reavido. Ainda que o problema não deva afetar de forma alguma bandas que se tornaram gigantes com o tempo, músicos menos famosos podem, simplesmente, ter visto o seu trabalho sumir de uma hora pra outra.