Topo

Por que pessoas inteligentes mandam nudes?

Jeff Bezos mandou nudes e tabloide ameaçou divulgá-las - Abhishek N. Chinnappa/Reuters
Jeff Bezos mandou nudes e tabloide ameaçou divulgá-las Imagem: Abhishek N. Chinnappa/Reuters

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

15/02/2019 04h00

Resumo da notícia

  • O chefão da Amazon foi chantageado por mandar nudes para uma suposta amante
  • Ele não caiu na chantagem e contou para todo mundo
  • Mandar nudes é um comportamento normal, crime é divulgar e compartilhar esse material

Se você já pensou a frase acima, saiba que nem a pessoa mais inteligente do mundo, nem Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, são robôs assexuados. O comportamento é normal na sociedade conectada em que vivemos hoje. O flerte passa também por mandar nudes.

Depois que o tabloide "The National Enquirer" ameaçou divulgar os nudes trocados pelo chefão da Amazon com a apresentadora de TV Lauren Sanchez, o fim do casamento com MacKenzie Bezos ganhou ainda mais contornos.

São várias questões envolvidas na história. A ex-mulher ameaça a participação dele no comando dos negócios e o divórcio pode pautar acordos nupciais de executivos de alto escalão, ficou ainda mais quente uma briga entre Bezos e o presidente Donald Trump e, por fim, a chantagem do tabloide pode ser mal interpretada pelos acionistas da Amazon.

Não tem ideia do que a gente está falando? Explicamos aqui por que o divórcio dele é relevante para os negócios e a política.

Bezos, numa jogada inteligente, revelou a chantagem feita pelos donos do "National Enquirer": para que as fotos não vazassem, ele deveria emitir um comunicado dizendo que a cobertura do tabloide não foi motivada ou influenciada por forças políticas. Bezos é dono do "The Washington Post", que investigou os laços políticos do jornal com Trump e seus interesses comerciais na Arábia Saudita.

O fato é que as pessoas têm o direito de mandarem nudes sem que tenham a privacidade invadida. Quem comete o crime é quem compartilha as fotos, não quem os faz. Aqui no Brasil divulgar imagens pode dar cadeia --está tipificado na lei desde o fim setembro de 2018

No caso de Bezos, porém, a história está sendo usada para questionar sua habilidade como executivo. Sabendo dos riscos, como um cara inteligente se vê nesse tipo de situação? A resposta, bem, é que o chefão da Amazon é uma pessoa como qualquer outra e isso não tem nada a ver com inteligência.

As pessoas mandam nudes porque dá tesão. Elas não se protegem porque o tesão é mais forte que o racional. Comportamentos sexuais de risco existem dentro e fora da rede, como transar sem camisinha

Andrea Jotta, psicóloga especialista em psicoweb da PUC-SP

Tal comportamento poderia ser visto como de risco para uma figura como Bezos, dono de uma fortuna de US$ 135,3 bilhões e responsável pela segunda maior empresa do mundo --em valor de mercado, a Amazon só perde para Apple. Esse argumento foi usado pelos donos da AMI (American Media, Inc, dona do "National Enquirer"), que tentaram justificar que a divulgação dos nudes era do interesse dos acionistas da Amazon para mostrar como "o julgamento de negócios [de Bezos] é terrível".

Bezos rebate dizendo que seu "julgamento de negócios" está muito mais explícito na sua história: começou a empresa da garagem de casa e levando ele mesmo as entregas até os correios. Décadas depois, a Amazon emprega mais de 600 mil pessoas e concluiu seu 2018 como o ano mais lucrativo da sua história. Convenhamos: isso não rolaria se o executivo não fosse inteligente ou não tivesse um bom discernimento.

Como qualquer pessoa, o que ele fez com Sanchez foi flertar, com direito a nudes e mensagens galanteadoras, dignas da assistente Alexa --para quem não é íntimo, Alexa é a "Siri da Amazon", uma inteligência artificial que responde a perguntas, muitas vezes de forma robótica.

Como o chefão da Amazon superou Bill Gates e virou o mais rico do mundo

Conheça Jeff Bezos

Ao site "The Atlantic", Michelle Drouin, professora de psicologia na Purdue University, apontou que a troca de nudes virou parte da rotina da paquera moderna. Segundo ela, é uma forma de estabelecer intimidade com o parceiro. E, quando se trata de um caso extraconjugal (não sabemos se este é o caso de Bezos), essa tendência fica ainda maior.

Mas cabe chamar de "julgamento terrível" as atitudes de uma pessoa que desmanchou casamento de 25 anos e talvez demonstre apenas uma falta de traquejo com os novos tempos? Jeff e MacKenzie se casaram em meados dos anos 1990. Naquela época, a internet engatinhava e os programas de trocas de mensagem estavam apenas surgindo - mIRC e ICQ foram lançados em 1995 e 1996, respectivamente. Os meandros da paquera, convenhamos, mudaram um bocado desde então.

Confiança também atropela riscos

O status de Bezos, no entanto, pode servir como uma barreira de autoconfiança que a maioria das pessoas não têm. Com todo o dinheiro e sucesso obtido, o executivo vive uma "fantasia de que se chegou ao topo", na avaliação da psicóloga da PUC-SP. "Quando se vive assim por muito tempo, fica fácil perder o chão", diz.

À "Atlantic", a psicóloga Susan Lipkins, que tem pesquisas sobre sexting e bullying, afirmou que "pessoas muito poderosas se sentem protegidas" e que estão tão no topo "que nada acontecerá com elas". É o tipo do perfil que encaixa com o chefão da Amazon, ainda que o divórcio com MacKenzie possa resultar em um corte pela metade de todo poder de Jeff.

No fim, as fotos dele caíram nas mãos indesejadas. Uma investigação particular foi iniciada pelo guru de segurança de Bezos, que concluiu que as fotos foram vazadas pelo irmão de Lauren Sanchez, Michael, indivíduo com laços com Donald Trump. Não houve envolvimento hacker ou sacanagem por parte da parceira, mas o irmão de Lauren ao compartilhar o nude comete um crime - a lei nos EUA é estadual.

Segurança