PUBLICIDADE
Topo

Com ajuda do Twitter, irlandesa diz ter achado mãe com Alzheimer desaparecida

Diane Mehaffey saiu para passear com seus cães e ficou desaparecida durante nove horas - Reprodução/Twitter
Diane Mehaffey saiu para passear com seus cães e ficou desaparecida durante nove horas Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

04/04/2013 19h06

Uma moradora de Belfast, na Irlanda, afirma ter encontrado com a ajuda de usuários de Twitter sua mãe, que sofre do mal de Alzheimer e havia desaparecido, segundo informações da “BBC”. A idosa foi encontrada a 12 quilômetros de onde mora, na cidade de Lisburn.

Diane Mehaffey saiu para passear com seus cães por volta das 9h da manhã na última quarta-feira (3). À tarde, a sua filha, Joanne, voltou para casa e não a encontrou. Ela tentou ligar para o celular de Diane, mas não havia sinal na rede.

Joanne diz que resolveu então usar o computador para tentar encontrar a mãe. Ela publicou um apelo no Twitter e no Facebook, com a foto da mãe desaparecida. “Essa é minha mãe e ela está desaparecida. Ajude a trazê-la de volta para casa em segurança”, escreveu no post, que foi retuitado mais de cem vezes.

“Eu sabia que o Twitter é uma ferramenta poderosa. Eu só precisava que uma pessoa a visse. E foi o que aconteceu”, contou à “BBC”.

Christina McStravick viu uma mulher passando perto da janela de sua casa com dois cachorros. “Ela parecia um pouco atordoada e isso chamou minha atenção”, disse Christina, moradora de Lisburn, ao sul de Belfast, sobre Diane.

“Literalmente, 30 segundos depois eu estava no Twitter.” Christina viu então uma mensagem retuitada sobre o desaparecimento da mãe de Joanne.

Ela foi à procura da portadora de Alzheimer e a levou para casa. Cuidou dela até que a polícia chegasse e pudesse levar Diane de volta para casa.

“Minha mãe caminhou quase 12 quilômetros. Nunca pensaríamos que ela pudesse estar lá”, explicou Joanne.