Topo

Quase hotel: Parceira da Airbnb compra prédios para oferecer apartamentos

Até o fim de 2019, o Airbnb e a Niido abrirão até 14 complexos da marca Airbnb nos EUA - Divulgação
Até o fim de 2019, o Airbnb e a Niido abrirão até 14 complexos da marca Airbnb nos EUA Imagem: Divulgação

Olivia Zaleski

Da Bloomberg

18/08/2018 12h00

O Airbnb está prestes a lançar mais um quase hotel -- e, segundo a incorporadora parceira no empreendimento, há muitos mais pela frente. O projeto mais recente do gigante do setor de compartilhamento de residências do Vale do Silício é um complexo de apartamentos com sua marca em Nashville, Tennessee, nos EUA.

A propriedade será o segundo edifício com a marca Airbnb anunciado pela empresa, que alugará apartamentos tanto para inquilinos por longos períodos quanto para visitantes por curtos períodos.

O novo projeto é baseado na aquisição de um edifício existente de 328 unidades chamado Olmsted, no bairro de SoBro, no centro de Nashville, um destino turístico popular para amantes da música e para despedidas de solteiro.

A Niido, parceira do Airbnb no empreendimento, comprou o prédio na semana passada. Sob propriedade da Niido, os moradores atuais do The Olmsted serão incentivados a sublocar suas unidades a viajantes por meio do Airbnb por no máximo 180 dias por ano.

O Airbnb e a Niido receberão 25% da renda gerada pelos moradores com compartilhamento de residências. As duas empresas alugarão em conjunto uma fatia das unidades vagas restantes por meio da plataforma do Airbnb para estadias de curta duração.

O conceito, chamado "Niido Powered by Airbnb", faz parte de uma iniciativa mais ampla do Airbnb para se aliar a incorporadoras imobiliárias e gestores de instalações, um grupo que argumenta frequentemente que a empresa de compartilhamento de residências permite que os locatários subloquem ilegalmente seus apartamentos.

Em dezembro, a Brookfield Property Partners fechou um acordo para investir até US$ 200 milhões na iniciativa da Niido para transformar edifícios residenciais em complexos com a marca Airbnb.

Até o fim de 2019, o Airbnb e a Niido abrirão até 14 complexos da marca Airbnb nos EUA, disse Cindy Diffenderfer, cofundadora e diretora de marketing do Niido Powered by Airbnb.

Temos uma estratégia de crescimento muito agressiva

Differnderfer

Um representante da Niido disse que os planos podem mudar. O Airbnb preferiu não comentar.

Como parte de uma iniciativa para ampliar seu apelo para uma clientela mais sofisticada, o Airbnb adicionou mais hotéis e anúncios estilo hotel com a marca Airbnb Plus. Esses lugares recebem visitas regulares de um inspetor para verificar se as toalhas são novas, se os lençóis estão combinando e se os eletrodomésticos normalmente encontrados em hotéis, como secador de cabelo e ferro de passar estão à disposição.

O trabalho em parceria com incorporadoras imobiliárias, como a Niido, ajudará o Airbnb a oferecer uma experiência mais parecida com a de um hotel, mas operando com residências e apartamentos.

Mas nem todos os moradores estão entusiasmados com os novos vizinhos.

No início do ano, a Niido e o Airbnb anunciaram a conversão de um complexo de 324 unidades em Kissimmee, na Flórida. A iniciativa levou alguns moradores a reclamarem porque "não concordaram em morar em um hotel".

Em Nashville, houve uma surpresa semelhante quando, no fim da semana passada, o projeto Niido Powered by Airbnb informou aos moradores do Olmsted que o edifício deles seria transformado em um complexo voltado ao compartilhamento de residências.

"Estamos entusiasmados por anunciar a recente aquisição de sua bela comunidade", diz uma carta enviada aos moradores em nome de Diffenderfer e da parceira Niido.

Os moradores atuais do prédio dizem que não tinham ideia de que a Niido estava assumindo o controle de seus contratos de aluguel, nem de que o edifício deles seria transformado em um complexo permanente do Airbnb. Um representante da Niido disse que a empresa imobiliária está ciente das reações adversas e que se concentrará em "construir comunidades fortes e satisfeitas em Nashville e Kissimmee".

Mais Tilt