PUBLICIDADE
Topo

Onde o foguete fica estacionado na Estação Espacial até o retorno à Terra?

Em simulação da Nasa e da SpaceX, Crew Dragon se acopla à Estação Espacial Internacional - Nasa
Em simulação da Nasa e da SpaceX, Crew Dragon se acopla à Estação Espacial Internacional Imagem: Nasa
Tiago Jokura

Tiago Jokura é jornalista e, portanto, curioso profissional. Passou os últimos 15 anos respondendo as dúvidas mais complexas e inusitadas dos leitores na mídia impressa ? na tentativa infinita de explicar como o mundo funciona com clareza e bom humor. Agora, continua essa saga aqui no UOL. Mande sua pergunta cabeluda que ele faz questão de pentear.

08/06/2020 04h00Atualizada em 11/09/2020 00h42

Pergunta de Lucas Gil, de São Paulo, SP - quer enviar uma pergunta também? Clique aqui

Que dúvida legal de ter com tão pouca idade, Lucas. Apenas seis voltas completadas ao redor do Sol e você já está pensando longe. Vá e volte sempre com perguntas, combinado?

Você deve estar sabendo que dois astronautas viajaram recentemente para lá, né? No finzinho de maio de 2020, os americanos Bob Behnken e Doug Hurley estacionaram a Crew Dragon, construída pela SpaceX, na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

O foguete, como você perguntou, retorna para a Terra e pousa numa plataforma para ser reutilizado, como o Elon Musk, dono da SpaceX adora exibir.

Já a nave que leva os astronautas está em uma das duas vagas de estacionamento do lado americano da ISS - mais precisamente acoplada ao módulo Harmony. São seis vagas ao todo, duas na parte americana e outras quatro na parte russa da estação.

Para voltar à Terra, a Crew Dragon é equipada com 18 propulsores Draco, bem menores do que o foguete Falcon 9. Os Draco são usados para dar o impulso inicial para o retorno e para manobrar a nave até a reentrada na atmosfera terrestre.

No momento, a Nasa divulgou que cinco vagas estão ocupadas —veja na imagem abaixo. As naves ficam presas à estação por conectores que garantem a fixação e a pressurização interna —fundamentais para que os astronautas possam sair da nave e entrar na estação.

Naves estacionadas na Estação Espacial Internacional - Nasa - Nasa
Imagem: Nasa

Para a Crew Dragon estacionar numa boa por lá, houve um trabalho prévio de instalar novos conectores. Na verdade, adaptadores foram acoplados a duas antigas entradas que serviam para os aposentados ônibus espaciais.

Essas duas novas portas de entrada, chamadas de IDA (International Docking Adapter) servirão para receber voos tripulados da Crew Dragon e da Starliner, que a Boeing está desenvolvendo para transportar até sete tripulantes tanto para a ISS como para futuros projetos de estações espaciais comerciais.

Se você já curte um videogame, Lucas, pode brincar de manobrar a Crew Dragon e se conectar à Estação Espacial Internacional —tarefa que nem os astronautas tiveram, já que a nave foi projetada para acoplar automaticamente à ISS.

Dá uma olhada no visual do simulador que a SpaceX lançou e até a próxima.

Simulador SpaceX - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Tem alguma pergunta? Deixe nos comentários ou mande para nós pelo WhatsApp.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.