PUBLICIDADE
Topo

Denise Tremura

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

'Você é africano?': resposta de jovem a motorista de Uber lacra no Twitter

Conteúdo exclusivo para assinantes
Denise Tremura

Denise Tremura estudou Letras, é escritora, blogueira, leitora, twitteira, youtuber, palpiteira, web influencer engajada nas redes sociais e sempre atenta ao que vira tendência.

01/12/2021 04h00

Um jovem influencer fez uma trollagem com um motorista de Uber que viralizou no Twitter nesta semana.

Luther Rocha, conhecido como "Puro Roxo" nas redes sociais, tem 21 anos e mora em Brasília. Ele contou à coluna que usa o aplicativo de caronas com frequência, e quando os motoristas leem o nome Luther, pouco comum no Brasil, costumam fazer associações.

Essa não é a primeira vez que ele tira onda com a confusão. "Eu me divirto muito. Por exemplo, em uma viagem com a minha namorada, falei que meu tio era da Ucrânia", diz.

O influencer diz que ser confundido com pessoas de origem africana é comum, principalmente em Brasília, cidade com presença frequente de estrangeiros.

"Na minha cidade, tem poucas pessoas retintas, com o tom de pele mais escuro, como o meu", afirma.

O pessoal do Twitter relembrou casos parecidos, como o jovem que foi confundido com um jogador da Costa do Marfim e entrou na brincadeira:

E a jovem que pediu autógrafo estava acompanhando os replies:

As comparações com o personagem de Eddie Murphy no filme "Um Príncipe em Nova York" foram inevitáveis:

Luther acha que ter levado a situação na esportiva ajudou o tuíte a viralizar. "Eu li muitos comentários dizendo que eu levei a situação em muito bom tom", diz.

Ele diz que poderia ter questionado o motorista, por ter generalizado pessoas negras, mas preferiu tratar a situação com leveza.

"Muitas vezes as pessoas que não têm a vivência, não sabem o que é sair na rua e ser chamado de macaco ou confundido com bandido, essas pessoas podem achar que esse discurso é mimimi", diz.

Luther tem vídeo no TikTok contando que já fingiu ser alemão várias vezes:

@puro.roxo Responder @etrinsensacional assistam até o final kkk juro a cara que a pessoa faz é impagável #tiktokdenegrao ? som original - IG: puro.roxo

Não faltaram sugestões sobre como o jovem poderia ter trollado ainda mais o motorista:

Surgiu até fanfic com a situação:

O influencer fala também da importância de destacar a negritude para seus seguidores:

"Falar sobre ser negro nas redes sociais é o meu maior papel, o meu motivo de estar aqui. Trazer a minha perspectiva para as pessoas que não conseguem ver o mundo com os meus olhos."

Luther acha que as redes sociais têm poder de combater o racismo, mas de propagar também.

"No TikTok não é de hoje que a gente tem várias denúncias, porque lá não tem como você denunciar racismo, lá é como se a coisa fosse legalizada. É comum nos comentários chamarem pessoas pretas de macacos, as pessoas xingando outras pela cor da pele. Eu preciso fazer essa resistência, para que as pessoas que têm a cor da pele igual à minha não se sintam mal por serem negros", diz.

Luter Rocha, o Puro Roxo, pode ser encontrado nas redes sociais: