PUBLICIDADE

Topo

Após bombar em foto, homem vestido de Sonic vira símbolo anti-fascista

Um herói improvável para tempos turbulentos... - Reprodução
Um herói improvável para tempos turbulentos... Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

14/08/2017 11h24

Durante o último fim de semana, o mundo assistiu em choque a uma manifestação neo-nazista que tomou conta da cidade de Charlottesville, nos EUA, e o contra-protesto de movimentos de esquerda que acabou com a morte da ativista Heather Heyer e vários feridos após um carro atacar a multidão.

Em meio a estes tempos turbulentos e perigosos, o público encontrou um símbolo improvável na luta contra o fascismo: Sonic the Hedgehog.

Mais precisamente, um rapaz vestido com um gorro e camiseta do icônico mascote da Sega que roubou a cena durante o discurso do Senador Richard Blummenthal, em Connecticut.

A camiseta traz a imagem do ouriço e a frase "Sonic diz NÃO ao fascismo e racismo", possivelmente uma das combinações de palavras mais incríveis em todo o mundo.

Logicamente, por ser uma figura tão chamativa, o tweet viralizou, e ele logo conquistou o coração do público das redes sociais.

"Só vim aqui por aquele fã de Sonic", diz o tweet.

"O homem perfeito não exi--"

"Sonic denuncia racismo e violência enquanto Mario ainda não se pronunciou."

O protagonista acidental da foto é Ben Ashe, um grande fã do mascote da Sega que já participou de outras manifestações vestido desta forma.

"Marcha pela Ciência por volta de 2017. Sonic diz NÃO ao fascismo e racismo", diz uma foto em seu álbum no Facebook.

Além de tudo, Ben não tem os dois braços, mas isso não o impede de seu um jogador excelente de "Super Smash Bros.", usando os pés para controlar seu personagem favorito e derrotar seus oponentes.

Geek