PUBLICIDADE

Topo

GGWP

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Fortnite é novo passo na relação Team Liquid e Brasil

Leo Bianchi

Leo Bianchi é jornalista, já foi repórter e apresentador do Globo Esporte. É apaixonado por competição e já cobriu Copa do Mundo, Fórmula 1, UFC e mundiais de CS:GO, R6, FIFA, Just Dance e Free Fire. Também é youtuber e pro-player frustrado. No GGWP você encontra análise dos cenários competitivos no Brasil e no mundo, além dos bastidores do universo envolvendo times, jogadores e novidades em geral.

Colunista do UOL

27/02/2021 09h00

Olhar para o Brasil como um celeiro formador de novos atletas já se tornou rotina entre organizações estrangeiras de esportes eletrônicos. O Rainbow Six Siege não nos deixa mentir, com resultados expressivos a nível internacional. De olho em fomentar cada vez mais esse contexto e, principalmente, alimentar uma base de fãs fortíssima dentro do país, a Team Liquid, já presente no próprio R6 e também no Free Fire, agora partiu para o Fortnite brasileiro, com a contratação de Thales "Pulga".

Uma rápida olhada nas redes do pro player já levam a entender como a Cavalaria aliou fatores importantes para dar mais esse passo no cenário nacional. Pulga, que já fazia sucesso como streamer do Battle Royale da Epic Games, acumula mais de 373 mil seguidores na Twitch e mais de 348 mil inscritos no YouTube. Um nome à altura da camisa que já está vestindo e para a qual tentará trazer ainda mais relevância, agora em um novo jogo.

- Faz parte de nosso plano de expansão buscar atletas com grande potencial e que conseguem competir em alto nível. Fortnite é um dos jogos que mais cresceu competitivamente no Brasil, tem grande relevância e atinge um público que até então não atingíamos. A busca por um atleta foi perfeita quando encontramos o Pulga, não só porque entendemos que temos totais condições de colocá-lo no topo, mas também porque ele já possui uma grande popularidade no cenário. Foi o casamento perfeito - explicou Rafael Queiroz, manager da Team Liquid no Brasil, em entrevista ao GGWP.

- Aqui na Liquid nosso primeiro objetivo sempre será trabalhar os atletas para se destacarem competitivamente. Vamos dar todo o suporte para que o Pulga alce voos ainda maiores, inclusive com a possibilidade de jogar algumas competições fora do país quando isso se tornar possível pós pandemia. Temos certeza que ele vai crescer ainda mais e conquistar muitos títulos - completou.

O mindset da Team Liquid explica muita coisa sobre o sucesso da organização. Enxergar todos os pontos que fazem do jogador um vitorioso não é algo fácil. Dar os primeiros passos em um novo cenário, menos fácil ainda. Tudo se trata de buscar as pessoas certas e administrar de uma forma sustentável, inteligente e que engaje o público à altura da marca. O Brasil é um solo fértil para a Cavalaria e para um esporte eletrônico como um todo. Basta saber semear.

- Eu já passei por alguns times, inclusive tive a minha própria organização, mas nada se compara a Liquid. Com certeza a pressão é maior. Depois que eles anunciaram minha entrada e eu passei a fazer live com o uniforme da Liquid, algo mudou. Ser um atleta da Liquid tem um peso diferente. É uma organização incrível. Eles oferecem uma estrutura que eu nunca vi nada igual, de verdade, é insano tudo que eles proporcionam para o atleta e sempre visando o meu bem-estar, estou muito feliz - afirmou Pulga.

Entrar para ser relevante: eis aí um ponto fundamental do modo de agir da Liquid. Não basta estar representada em uma modalidade. A organização sempre busca o protagonismo. Estar no centro das atenções pelos motivos corretos e balancear o que realmente importa no ecossistema do esporte eletrônico. Ter o know how e servir de exemplo para as publishers em relação ao que uma marca deve levantar a partir do momento em que se insere em um jogo.

O nível da produção de conteúdo e de preocupação com o próprio produto, reproduzidas no vídeo inserido no início deste texto, falam mais do que milhares de palavras jamais expressariam. É satisfatório ver quem trata o eSport com a seriedade que ele merece e entrega à comunidade algo à altura da paixão que os fãs demonstram todos os dias. Fortnite, Team Liquid e Pulga, definitivamente, é um exemplo de golaço no nosso cenário.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL