PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Na volta de apresentador, "SBT Notícias" já é ameaçado pela Cultura

Darlisson Dutra apresenta a estreia do "SBT Notícias"  - Reprodução
Darlisson Dutra apresenta a estreia do "SBT Notícias" Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

25/01/2022 08h37

O telejornal vespertino "SBT Notícias", lançado há menos de um mês e que já trocou até de apresentador duas vezes, segue sua sina de produto rejeitado pelo telespectador -inclusive o fã mais fiel do SBT.

Depois de derrubar o ibope da TV de Silvio Santos do 3º lugar para o 4º lugar no ibope, em sua faixa horária (12h / 14h15), o programa bateu ontem (24) novamente seu recorde negativo de audiência, terminando com 2,1 pontos de ibope na Grande São Paulo, segundo a medição chamada prévia ou "real time" (tempo real).

Cada ponto na Grande SP. equivale a cerca de 75 mil domicílios.

O SBT portanto ficou em 4º e atrás da Globo (10 pontos), da RecordTV (7,2 pontos) e da Band (3,0 pontos). Em 5º veio da TV Cultura, com 1,3 ponto.

A distância entre SBT e Cultura até parece tranquila, mas a emissora pública paulista também tem conseguido ultrapassar o "SBT Notícias", como informou ontem com exclusividade o site "Bastidores da TV".

Às 13h42 de ontem, por exemplo, a Cultura marcava 1,7 ponto, contra apenas 1,5 ponto do SBT. É um péssimo augúrio, já que foi assim que ocorreu com a Band até o SBT ser ultrapassado.

Nesse momento a modesta TV Gazeta marcava 0,3 ponto e também tomava o 6º lugar da RedeTV, que caiu para sétimo.

O "SBT Notícias" foi lançado em 10 de janeiro, com o jornalista Darlisson Dutra como âncora. O programa foi mal de ibope desde a estreia.

Depois foi apresentado por Dudu Camargo e Marcão do Povo. A nova dupla, o resultado foi ainda pior.

Silvio Santos, em mais uma de suas decisões inesperadas, decidiu mudar tudo de novo: tirou Marcão e Dudu e recolocou Darlisson no comando.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops