Masp inaugura mostra sobre o coletivo Gran Fury, que brilhou nos anos 1990

Gran Fury: Arte Não É o Bastante - A Mostra, que tem curadoria de André Mesquita, reúne 77 obras no Museu de Arte de São Paulo. São fotocópias e impressões digitais sobre papel de campanhas gráficas do coletivo de artistas Gran Fury, que atuou entre os anos de 1988 e 1995 em campanhas que criticavam a negligência do governo dos Estados Unidos em relação ao HIV e à aids.

A exposição será aberta oficialmente nesta sexta, 23, e fica em cartaz até 9 de junho.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.