Conteúdo publicado há 21 dias

Bruna Linzmeyer reflete sobre sexualidade: 'Sensação interna genuína'

Bruna Linzmeyer em entrevista à Marie Claire:

A atriz confessou não se importar em falar sobre sua sexualidade. "É muito presente na minha vida e no meu trabalho. O ponto talvez seja como avançar nas perguntas e nas respostas. Às vezes penso que estou falando as mesmas coisas há cinco anos. Como trago um elemento novo para isso? Novo para mim mesma - como o que eu trouxe do trânsito, algo que pensei nesta semana. Mas teve uma época em que fiquei cansada porque me perguntavam muito sobre a parte dolorida: o preconceito, os trabalhos que perdi, como foi difícil".

Ela refletiu sobre a comunidade LGBTQIA+. "O que mais me encanta em pertencer a essa comunidade é justamente a flecha que colocamos no meio da dor e que a atravessa e a transforma. É a capacidade da poesia e do paradoxo que essa comunidade tem".

A sensação interna de se reconhecer, pertencer e conseguir quebrar uma heterossexualidade tão elaborada no mundo é tão genuína e maravilhosa que nenhum preconceito é capaz de diminuir essa alegria. Mas como falamos sobre isso? Isso vende? Conseguimos construir um contraponto para que as histórias não sejam só sobre dor? Bruna Linzmeyer

Deixe seu comentário

Só para assinantes