Conteúdo publicado há 25 dias

Novela com Regina Duarte proibida pela censura é resgatada pelo Globoplay

Na segunda-feira (27), o Globoplay resgata a novela "Fogo Sobre Terra" (Globo), de 1974. Originalmente exibida com 209 capítulos, apenas 6 desses chegarão na plataforma de streaming da Globo.

Qual é a história?

A trama mostra os conflitos entre a modernidade urbana e a tradição rural. Se passando no final dos anos 1950, dois irmãos separados na infância se reencontram na condição de rivais ao decidir o destino de uma cidade e disputar o amor da mesma mulher.

Enquanto Pedro (Juca de Oliveira) foi criado por sua tia Nara (Neuza Amaral), no sertão do Mato Grosso, Diogo (Jardel Filho) viveu no Rio de Janeiro e foi educado como filho pelo engenheiro Heitor Gonzaga (Jaime Barcelos). A partir do reencontro desses dois jovens, "Fogo Sobre Terra" pretende discutir as diferenças entre o urbano e o rural.

A novela conta ainda com Regina Duarte vivendo Bárbara, jovem filha de Nara e Heitor, que foi criada pelo pai na cidade grande. Ao conhecer Pedro se apaixona perdidamente. Ela é vítima de cegueira psicológica, que a controla quando não consegue lidar com uma crise nervosa.

Bárbara (Regina Duarte) em 'Fogo Sobre Terra'
Bárbara (Regina Duarte) em 'Fogo Sobre Terra' Imagem: Acervo/Globo

Proibida pela censura

"Fogo Sobre Terra" foi proibida pela censura federal da época. Um ano antes de sua exibição original, que aconteceu em 1974, a sinopse da trama foi vetada pelos militares.

Por causa disso, a autora Janete Clair precisou fazer várias alterações para que a novela conseguisse ir ao ar. Em uma das mudanças, a roteirista precisou cancelar uma cena em que Pedro Azulão convoca os cidadãos a pegar em armas para defender a cidade que estava prestes a ser destruída.

Continua após a publicidade

Outro personagem que sofreu muitas mudanças por causa disso foi Arthur Braga (Herval Rossano). Ele era um homem casado que tinha uma amante negra, o que não foi bem visto pelos censores.

Em registros do Memória Globo, Janete Clair reclamou sobre censura sobre Fogo Sobre Terra: "É preciso dizer que não tem sido fácil escrever Fogo Sobre Terra. Por vezes o telespectador deve ter achado um capítulo sem nexo, truncado, e deve ter imaginado que eu enlouqueci. Não é fácil dizer a verdade. E, às vezes, ela vai ao ar mutilada por mil injunções. Em 'Fogo Sobre Terra', de uma só vez, tive que rasgar 12 capítulos. E muitas cenas saíram de minha máquina e não chegaram ao vídeo".

Apenas 6 capítulos

A novela escrita por Janete Clair retorna dentro do Projeto Fragmentos. Diferente do Projeto Resgate, que pretende trazer de volta as novelas clássicas na íntegra, o Fragmentos inclui no catálogo do Globoplay tramas que não foram preservadas completas nos arquivos da Globo.

"Fogo Sobre Terra" retorna com apenas 6 capítulos. Ainda não se sabe se eles fazem parte do início, meio ou fim da história.

Pedro Azulão (Juca de Oliveira) em 'Fogo Sobre Terra'
Pedro Azulão (Juca de Oliveira) em 'Fogo Sobre Terra' Imagem: Acervo/Globo

Deixe seu comentário

Só para assinantes