Conteúdo publicado há 1 mês

Show de Madonna no Rio de Janeiro aumenta turismo popular no Brasil

Show gratuito de Madonna no Rio de Janeiro, no dia 4 de maio, deve receber mais de um milhão de fãs e impactar diretamente nas atividades turísticas do Brasil.

O que aconteceu

Segundo dados da mymento, houve um aumento de 22% no ticket médio de atividades turísticas da região no primeiro trimestre de 2024.

A organização prevê que aproximadamente 1 milhão de pessoas compareçam ao show. "O evento não só está gerando uma onda de entusiasmo em torno das atividades turísticas, mas está ampliando o acesso às riquezas do turismo no Brasil, tornando-o mais inclusivo, o que contribuirá positivamente para o turismo local e para a imagem do país no mundo", afirma Johannes Noebels, CEO da mymento.

A Associação Brasileira de Hotéis (ABIH) relata um aumento de 50% nas reservas de hotéis em todo o Rio de Janeiro. Dados oficiais da prefeitura do Rio estimam que o show contribuirá com um impacto econômico total de R$ 267 milhões.

"A artista está dando ao Brasil uma oportunidade inédita a popularização da atividade do turismo, geralmente realizada por pessoas de classes sociais mais altas, com essa grande atração gratuita abre-se o leque para o desenvolvimento do turismo nas camadas mais populares, dando espaço também para o turismo sem custo", disse o CEO da mymento.

Mega show

O show acontece no dia 4 de maio a partir das 21h45. O palco será montado em frente ao hotel Copacabana Palace, como acontece no réveillon, em direção ao bairro do Leme. No total, serão 16 torres para equipamentos de iluminação, vídeo e áudio. TV Globo, Multishow e Globoplay transmitirão o evento.

Expectativa é que seja a maior apresentação da carreira da artista e a entrada será gratuita. Não haverá quaisquer tipos de vendas, mas a organização assegurou que "fãs de carteirinha" terão um espaço "quase no palco". Também haverá espaço reservado para autoridades e imprensa.

O show da cantora faz parte da celebração do centenário do banco Itaú, mas também contará com patrocínio de R$ 10 milhões da prefeitura do Rio. Segundo a prefeitura, os potenciais impactos econômicos do espetáculo foram calculados com base no tradicional réveillon da cidade. O impacto total do evento seria de R$ 293,4 milhões, segundo estudo elaborado pelo município.

Continua após a publicidade

Clientes do banco terão alguns privilégios na hora de comprar passagem para o Rio de Janeiro ou se hospedar na capital fluminense. A organização do evento é da Bonus Track Entretenimento Ltda.

Deixe seu comentário

Só para assinantes