Conteúdo publicado há 1 mês

Como foi o assassinato do filho de Carlinhos de Jesus em 2011?

Carlinhos de Jesus, 71, relatou como foi o encontro com a mãe do assassino de seu filho, Dudu, no podcast Ser Artista.

Relembre o crime

Dudu foi assassinado no dia 19 de novembro de 2011, em um bar em Realengo, Zona Oeste do Rio. Ele foi atingido por oito tiros de dois homens que estavam em uma moto.

Briga policial em outubro do mesmo ano. Durante a investigação do crime, a polícia apurou que Dudu havia se desentendido com um policial militar, identificado como Miguel Ângelo da Silva Medeiros, do 40º BPM (Campo Grande).

Ele pediu ajuda ao ex-policial militar Marlon Soares Pinheiro. O amigo em comum de Dudu e Miguel marcou um encontro com o PM para o filho de Carlinhos pedir desculpas pela briga. A reunião, segundo a polícia, nunca ocorreu.

Ex-PM teria ficado com Bruna Florência, na época ex-namorada de Dudu. Dois dias antes do assassinato, a jovem teria abandonado Marlon em um show para reatar com Dudu.

Vingança e crime passional. De acordo com a DH, o ex-PM foi o autor dos disparos contra a vítima, que ainda teria contado com a ajuda de mais pessoas no assassinato.

Tanto o ex-PM como o policial Miguel Ângelo da Silva Medeiros, do 40º BPM foram presos. Por suposta participação no crime foram presos ainda os policiais militares Wellington do Carmo Pereira, irmão de Magno, do 16º BPM (Olaria), e André Pedrosa dos Santos, do 23º BPM (Leblon). Todos foram indiciados por homicídio duplamente qualificado.

Deixe seu comentário

Só para assinantes