Conteúdo publicado há 1 mês

Sheherazade 'fênix', IA: as apostas de A Grande Conquista após fracasso

Segunda edição de A Grande Conquista traz novidades na Record: contará com inteligência artificial e será apresentada por Rachel Sheherazade.

O que aconteceu

Fred, elemento da inteligência artificial, vai interagir diretamente com os participantes. A produção criou uma "silhueta", imagem do logo em que um rapaz aparece com a mão levantada. "Ele vai abaixar a mão e vai interagir com os participantes, começar a falar com o pessoal da casa e coordenar algumas atividades. Principalmente com as 'tentações', atividades mais rápidas, instruções gerais", explicou Rodrigo Carelli, o diretor da atração.

Ex-Fazenda, Rachel Sheherazade diz estar emocionada por voltar à televisão em um formato bem diferente do jornalismo que a popularizou. "Sou uma pessoa de me entregar profundamente às minhas experiências. É um presente. Um processo de gratidão com a Record, o Carelli. Tenho a noção do quão grandioso é, e da responsabilidade. É o meu recomeço, sou uma fênix renascendo para a televisão", disse.

Nenhum nome foi anunciado ainda, mas 100 participantes estarão no reality. Segundo Carelli, entre os selecionados estão ex-BBB, ex-Fazenda, esportista. "Mais ou menos, 30% são famosos", revelou o diretor durante O Programa de Todos os Programas, apresentado por Flávio Ricco e Gabi França, no YouTube.

A Grande Conquista 2023

Realizada no ano passado, a primeira edição teve apresentação de Mariana Rios e foi considerada um fracasso de audiência e repercussão. Thiago Servo, 37, foi o grande campeão. O cantor sertanejo garantiu o primeiro lugar no pódio com 35,60% dos votos e levou o prêmio de R$ 1 milhão.

Deixe seu comentário

Só para assinantes